Entrevista para Entertainment Hotline

Na entrevista, Johnny fala sobre a construção do personagem Jack Sparrow e comenta sobre Jerry Bruckheimer, Joachim Rønning, Espen Sandberg e Geoffrey Rush.

Johnny Depp: Existem muitos piratas no rock’n’roll, sabe? Mas o que achei que encaixaria foi Keith Richards, ele é tipo uma base para o personagem. Você começa a entrar no abstrato do Keith Richards e Pepe LePew, você os mistura, coloca eles juntos. Depois você pensa, bem esse personagem claramente foi erguido pelo barco, se está lá ele está bem, quando ele está na terra ele não consegue se manter.

Por causa da irreverência dele, que está mais para inocência que para irreverência, tem uma pureza para Jack. Tem algo nele, ele fala qualquer coisa que vem em sua mente e lida com isso. Talvez ele só perceba o que falou depois de 5 segundos e meio. Ele é capaz de deixar certas coisas que todos nós amaríamos ser capazes de deixar. Eu sinto que quando estou interpretando Jack, o Capitão Jack, é seguro para mim interpretá-lo. Não importa o que qualquer um pode fazer, eu posso voltar rapidamente.
Read More

Orlando Bloom solidário com Johnny Depp

Orlando Bloom e Jerry Bruckheimer apoiando Johnny quanto aos acontecimentos do qual foi acusado nos ultimos tempos:

‘’ O homem que eu conheço e amo é o homem que está aqui esta noite, e ele está em forma e faz tudo da maneira certa. Você sabe, as pessoas passam por todos os tipos de coisas estranhas no mundo e é uma vergonha que isso tenha que ser exposto em público, porque Deus sabe que ele é uma das pessoas mais privadas e leais que eu conheço.’’ – Orlando Bloom

‘’ Ele é um cara fabuloso, um artista ótimo e ele está aqui e ele está animado em estar aqui para a première.’’ – Jerry Bruckheimer

Fonte/Source

Johnny presenteia Ellen Degeneres com uma pintura de elefante

Na última vez que Johnny foi ao show da Ellen, ela fez um pedido: uma pintura de elefante. E Johnny não esqueceu. O ator passou a noite do dia 16 de maio pintando o quadro e entregou o presente na entrevista concedida dia 17 de maio, para a surpresa da Ellen. Sua dedicatória:

Querida Ellen, como prometido… um elefante para você. Espero que ela te faça sorrir agora e sempre. Com todo o meu amor, meu obrigado e meu respeito sempre, Johnny.

DAHnFw2XsAAadrlDAHnEzOXUAAePjcDAHjOkfUQAAySYw

Entrevista com o elenco na Premiere em Shangai – China

LEGENDA:

Jerry Buckheimer: Bem, como vocês estão olhando agora, esse é um incrível cast. Somos sortudos por ter eles de volta, mais o Javier Bardem, Brendon e os novos diretores. É um história de aventura realmente divertida, é cheia de ação e muito emocional. Estamos tão emocionados por está aqui na primeira Premiere de Hollywood na China. Muito obrigada por nos receber.

Joachim Rønning: Para nós, Piratas do Caribe nos faz lembrar os tipos de filmes que nós crescemos vendo, filmes de aventuras, de família. Filmes que nos inspirou para sermos cineastas. Quando escutamos que Jerry estava fazendo outro Piratas, nós corremos atrás por metade de 1 ano, por sorte fomos nomeados para Oscar durante o período e isso nos empurrou para a frente da linha. Nós fomos por todo o caminho e terminamos conhecendo o Johnny Depp na última reunião e foi isso.
Read More

Scab Vendor – novo livro de Jonathan Shaw

Estamos acompanhando a algum tempo o processo de edição deste livro do Jonathan. Agora ele foi lançado, e ele já esteve em vários países fazendo seu lançamento, e a divulgação nas redes sociais tem sido bastante intensa. Mas agora finalmente temos uma matéria em português! Aqui está para que vocês possam conhecer um pouco deste livro incrível.
Mas e o que isso tem a ver com Johnny Depp? Para quem não sabe eles são amigos desde jovem e este livro conta a trajetoria de Jonathan, e Johnny estará presente em várias situações.

Jonathan Shaw – Scab Vendor
Por Alexandre Kovacs

Jonathan Shaw – Scab Vendor: Confessions of a Tattoo Artist – 488 Páginas – Turner Publishing Company – Lançamento: 21/03/2017 (inédito no Brasil).

scabvendor O multitalentoso artista e escritor Jonathan Shaw é um ícone da cultura underground norte-americana, filho do lendário clarinetista e bandleader Artie Shaw e da estrela de cinema Doris Dowling, ficou mundialmente famoso por ter sido o fundador e proprietário do Fun City Tattoo Studio em Nova York e editor da pioneira revista International Tattoo Art Magazine, tornando-se amigo de artistas e músicos famosos como: Johnny Depp, Dee Dee Ramone, Johnny Winter, Iggy Pop e Max Cavalera, para citar somente alguns. Uma prova de sua influência no meio artístico é o privilégio de ter uma ilustração de Robert Crump na capa de seu livro. No entanto, apesar de ter alcançado tamanho reconhecimento e popularidade na carreira de tatuador, abandonou tudo para se dedicar à atividade de escritor em tempo integral e acumular experiência em viagens com sua motocicleta pela América do Sul, tendo inclusive morado no Rio de Janeiro.

A vida de Jonathan Shaw é portanto rica em experiências e também uma prova de sobrevivência ao seu passado de “sexo drogas e Rock’n Roll”, certamente um mundo que nem sempre tem o glamour dos filmes e revistas, principalmente quando se é cobrado o preço pelos excessos com o álcool e drogas pesadas como a heroína. Por sinal, o drama do autor como viciado, herança de uma “maldição familiar” que iniciou com o alcoolismo do avô materno e da própria mãe, é uma parte marcante deste romance biográfico. A infância em Los Angeles, sempre negligenciado pela mãe, envolvida na maior parte do tempo com problemas com a bebida e relacionamentos difíceis, não poderia levar a outro resultado diferente do que uma adolescência rebelde, em plena época do florescimento da contracultura, drogas e amor livre. Uma década única em termos de expressão artística, em que se ouvia Jimi Hendrix e Jim Morrison no rádio e havia esperança de uma sociedade alternativa, mas que terminou de forma trágica com a prisão de Charles Manson, acusado de seis assassinatos, inclusive da atriz Sharon Tate grávida, na mesma California que presenciou o nascimento do movimento “Flower Power”.
Read More

Joe Perry fala sobre Hollywood Vampires em entrevista

A montagem de vídeo que foi apresentada na noite de sábado, pouco antes do guitarrista do Aerosmith Joe Perry ter recebido o prêmio Les Paul no 32º Prêmio NAMM TEC foi uma valente tentativa de encapsular rapidamente a enorme carreira e o impacto que Perry teve na indústria musical.

O músico e compositor de 66 anos se junta às fileiras dos guitarristas Slash, Pete Townshend, Steve Vai, David Byrne, Bruce Springsteen, Robbie Robertson, Sting, Paul McCartney, Neil Young e muitos outros que foram homenageados com o Prêmio Les Paul No NAMM.

O discurso de agradecimento de Perry foi curto e doce, incluindo brados para sua esposa e filhos. O ator Johnny Depp, amigo de longa data de Perry e parceiro de crime na música, apresentou-lhe o prêmio, humildemente admitindo que “Joe Perry é a razão pela qual eu peguei uma guitarra pela primeira vez”.

Antes do show, Perry sentou-se para uma entrevista na qual falou sobre possuir mais de 600 guitarras eo tempo em que ele se apaixonou pela guitarra Les Paul.

Perry, disse que Hollywood Vampires está planejando fazer alguns shows e, possivelmente, trabalhar em um novo álbum no próximo ano, observou que trabalhar com Cooper e Depp, bem como uma série de outros nomes famosos no projeto, tem sido formidavel

“É sempre ótimo tocar com caras que estão fazendo isso porque gostam de tocar e têm o talento para fazê-lo”, disse ele. “O estúdio de Johnny é como uma sala de estar com material de gravação.
É um ótimo lugar para ir, e todos sentam no sofá e conversam, bebem e fumam. Você começa a brincar com a guitarra, e depois, você sabe, você grava e é apenas uma grande vibe trabalhar com esses caras. “

Matéria original/ Source

Imperial Ball Elected – NAMM 2017

Johnny Depp foi presença marcante mais uma vez no Imperial Ball Elected – NAMM [21/jan] 2017. No palco ele se apresentou com seus companheiros de banda Hollywood Vampires em mais um show para deleite dos fãs.
Johnny também teve a função hontosa de entregar a Joe Perry o prêmio Les Paul

NAMM_2017_DL41 NAMM_2017_DL4

Joe Perry, um dos artistas e executivos mais significativos da música, recebeu a maior honraria da noite, o Prêmio Les Paul, apresentado a indivíduos extraordinariamente distintos e realizados da indústria da música. O bandmate do Hollywood Vampires e ator Johnny Depp apresentou Perry com o prêmio, e depois juntaram Perry, Brad Whitford, e Alice Cooper no palco para um desempenho ao vivo.
Perry dedicou o prêmio a seu gerente Howard Kaufman, que faleceu recentemente.

Joe Perry também usou seu discurso de aceitação do prêmio NAMM TEC Les Paul para felicitar Johnny por ter ganho o Prêmio People’s Choice dizendo ‘O povo falou’, que mostra como ele é um ser humano e amigo incrível.

(Johnny foi premiado 3 dias atrás no People Choice Awards, com a honra de Ícone de Filmes (Favorite Movie Icon), eleito pelo povo)

As fotos dos dois eventos estão na Galeria DeppLovers:

Hollywood Vampires > “Imperial Ball Elected – NAMM [21/jan] 2017
Favorite Movie Icon – People’s Choice Awards 2017 (18/Jan/2017)

Ator James Devoti fala sobre JD em rede social

Postado hoje pelo ator James Devoti em seu Instagram e twitter:

Jamesdevoti – Iniciando 2017, ao lado de Johnny Depp, em seu novo filme, LABYRINTH, dirigido por @bradfurman. Quando você começa a trabalhar com um de seus heróis de infância e ele é tudo o que você esperava que ele fosse, é uma experiência incrível. Obrigado, Brad pela oportunidade. Foi uma explosão!

Na foto ele escreveu:

“Basta seguir em frente e não ligar para o que ninguem pensa/acha. Faça o que tiver que fazer Johnny Depp”.

2j4xevm