Johnny relembra o diretor Wes Craven

Leia o doce tributo de Johnny Depp a Wes Craven.
O falecido diretor escalou Depp no filme “A hora do pesadelo” em 1984.
Por: Julie Miller

Desde a estreia de ‘Aliança do Crime’ no Festival de Cinema de Veneza, Johnny Depp tem chamado atenção positiva por sua misteriosa performance como Whitey Bulger, o gangster da vida real (e a única pessoa no mundo, pelo que sabemos, que se recusou a conhecer a estrela em um encontro particular).Com boatos de um Oscar à tona parece de certo modo, apropriado que Depp fizesse um tributo a Wes Craven na noite de Segunda-feira. O cineasta que faleceu no mês passado, três décadas após ter despontado a carreira de ator de Depp.

Após inúmeras perguntas durante o Q&A no Festival de Cinema de Toronto na noite de Segunda, Depp foi questionado sobre Craven,que deu a Depp seu primeiro trabalho de ator nas telonas no filme de terror de 1984, “A hora do pesadelo”. Depp interpretou Glen Lantz, um adolescente atormentado por sonhos com Freddy Kruegger que era também o namorado da personagem principal.

“Wes Craven foi o cara que me deu um começo, e na minha percepção, por nenhuma razão em particular,” disse Depp, de acordo com artigo reportado pela Variety.

“Eu fiz a leitura das cenas com a filha dele quando fui escalado para o papel. Naquele tempo eu era músico. Eu não estava realmente atuando. Não era nada vindo do meu cérebro ou meu coração,” continuou o ator, antes de fazer piada, “Algo que permanece nos dias de hoje.”

“Wes Craven foi corajoso o bastante por me dar uma oportunidade baseada na opinião de sua filha,” relembra Depp.
“Acho que ela já havia lido com outros atores e depois da etapa de seleção, ela deve ter dito: ‘Não,aquele é o nosso cara.’
Eu sempre penso nela por ter me colocado nessa muvuca e certamente Wes Craven por ter sido bem corajoso por me dar esse trabalho. Ele era um bom homem, então descanse em paz, velho Wes.”

Em homenagem ao tributo de Johnny, reveja as cenas do primeiro filme do ator em “A hora do pesadelo”