Versões diferentes de Mortdecai para DVD/Blu-ray e Digital HD

Teremos versões diferentes de Mortdecai. Pelo que diz o autor, a versão Digital HD será a cortada, e as versões em DVD e Blu-ray serão integrais, como a do cinema. O que mais me perturba é que a maioria absoluta não viu o filme nos cinemas do Brasil, então muita gente não verá o filme original.

Enquanto o filme está sendo oferecido nos meios físicos e VOD (vídeo sob demanda) na versão R, também está sendo oferecido no Digital HD em uma versão PG-13 (para adolescentes)! Isso mesmo! A Lionsgate não está oferecendo a comédia de Johnny Depp e Gwyneth Paltrow numa versão com certa violência e sexo. Está indo pelo caminho oposto, oferecendo uma versão PG-13 do filme. E o autor é irônico, ao dizer que agora mais pessoas poderão ver o filme, pois teremos uma versão para crianças, ou quem sabe, para adultos hipersensíveis.

Ele lembra que em janeiro escreveu que via com satisfação que a Lionsgate havia liberado o filme como R, especialmente porque ele não apresentava imagens brutalmente violentas, ou explicitamente sexuais, e que o filme estaria indo para sua lista de “filmes subestimados de 2015”. Que se trata de um filme destinado a cinéfilos. É violento quando precisa ser violento, sexual quando os personagens agem de forma sexual, e os personagens usam palavrões quando a ocasião exige, porque são adultos em um filme de adultos!
Leia o artigo completo —-> AQUI!

Johnny Depp, muito excêntrico e engraçadíssimo em “Mortdecai”

Depois de vários adiamentos, Mortdecai- A Arte da Trapaça, teve seu lançamento em pouquíssimos cinemas no Brasil, após uma campanha de divulgação fraquíssima, sem matérias em jornais e revistas, e até mesmo sem cartazes nos cinemas, fato inédito. A péssima estratégia só veio reforçar o estigma de baixa bilheteria, criando um círculo vicioso. O filme já é condenado antes mesmo de ser visto!

Entretanto, quem assistiu ao filme gostou, e começam a surgir críticas interessantes, como esta de Chico Marques, do http://levaumcasaquinho.blogspot.com.br/, Johnny Depp, muito excêntrico e engraçadíssimo em “Mortdecai”.

1

Interessante que a análise vai muito além do filme, ao deixar claro o processo do qual Johnny Depp vem sendo vítima:

Read More

Programa Ellen Degeneres

Johnny Depp juntamente com Gwyneth Paltrow e Paul Bettany gravaram a entrevista no programa da Ellen Degeneres no dia 21 e o episódio dedicado a Mortdecai foi exibido nesta noite, do dia 22 nos EUA.
Foi um entrevista muito divertida, incluindo um joguinho com plaquinhas de respostas.

ellen

Videos da entrevista em duas partes:

TRANSCRIÇÃO

Confiram a entrevista traduzida na íntegra.

(Fãs gritando)

Ellen: O que está acontecendo?

Johnny: O que está acontecendo?

Gwyneth: Isso nunca aconteceu.

Ellen: É, nunca, eu digo, vocês dois juntos. Primeiramente, o filme é hilário, eu estava rindo tanto e todo aquele reflexo da risada e eu não sei como vocês não se perdiam o tempo todo.

Gwyneth: Eu me perdia, eu basicamente arruinei 15 “takes”

Johnny: Nós fizemos vários “takes”, mas foi divertido.

Ellen: Mas foi hilário, nós vamos voltar a falar do filme daqui a pouco, mas vocês já se conheciam antes?

Johnny: Sim, mas não nos conhecíamos muito bem.

Gwyneth: Eu me lembro quando conheci o Johnny, eu fui convidada a uma festa pós show (after party), algo assim, em Londres e foi a primeira vez que realmente saímos.

Ellen: Isso foi há quanto tempo?

Gwyneth: Acho que uns 5 ou 4 anos atrás. E eu achava que eu era legal/estilosa, até conhece-lo. Ele estava tão estiloso enrolando cigarros e essas coisas e eu estava tipo “uau eu sou uma mãe totalmente nerd” e eu falei “nossa você consegue enrolar um cigarro assim”

Ellen: Talvez não fosse um cigarro, Gwyneth, mas… Read More

Johnny doa desenho para caridade em Berlim

Em sua recente passagem por Berlim (18/01) para a Premiere Mundial de Mortdecai, durante a conferência de imprensa, Johnny também teve tempo para praticar um ato beneficente.

Perguntado se poderia fazer um auto-retrato de seu personagem bigodudo, Charlie Mortdecai, ele rapidamente em quatro toques desenhou a cabeça com o bigode, e escreveu a frase “Je Suis Charlie”, além de sua assinatura.
Johnny como sempre mostra seu raciocínio rápido e criativo, ao usar a frase que no momento é utilizada em todo o mundo como protesto aos atos terroristas em Paris (Je suis Charlie), ao mesmo tempo que ele é mesmo Charlie, mas o Mortdecai! Um lindo desenho!

1b0e932f-8454-488c-801b-625490877d25_zpsoxi82mqo

A obra agora será vendida em leilão da Sothebys e o lucro será doado inteiramente a favor de “A Heart for Children”, uma associação alemã que lida com a infância.

Esta não é a primeira vez em 30 anos de carreira ímpar, que Johnny presta auxílio a tais instituições de caridade, numa demostração de quanto é generoso e possui um bom coração.

Aqui o vídeo do momento em que foi anunciada a disponibilização do quadro para o leilão.

Postado pela Rosa Maria no forum DL