Scab Vendor – novo livro de Jonathan Shaw

Estamos acompanhando a algum tempo o processo de edição deste livro do Jonathan. Agora ele foi lançado, e ele já esteve em vários países fazendo seu lançamento, e a divulgação nas redes sociais tem sido bastante intensa. Mas agora finalmente temos uma matéria em português! Aqui está para que vocês possam conhecer um pouco deste livro incrível.
Mas e o que isso tem a ver com Johnny Depp? Para quem não sabe eles são amigos desde jovem e este livro conta a trajetoria de Jonathan, e Johnny estará presente em várias situações.

Jonathan Shaw – Scab Vendor
Por Alexandre Kovacs

Jonathan Shaw – Scab Vendor: Confessions of a Tattoo Artist – 488 Páginas – Turner Publishing Company – Lançamento: 21/03/2017 (inédito no Brasil).

scabvendor O multitalentoso artista e escritor Jonathan Shaw é um ícone da cultura underground norte-americana, filho do lendário clarinetista e bandleader Artie Shaw e da estrela de cinema Doris Dowling, ficou mundialmente famoso por ter sido o fundador e proprietário do Fun City Tattoo Studio em Nova York e editor da pioneira revista International Tattoo Art Magazine, tornando-se amigo de artistas e músicos famosos como: Johnny Depp, Dee Dee Ramone, Johnny Winter, Iggy Pop e Max Cavalera, para citar somente alguns. Uma prova de sua influência no meio artístico é o privilégio de ter uma ilustração de Robert Crump na capa de seu livro. No entanto, apesar de ter alcançado tamanho reconhecimento e popularidade na carreira de tatuador, abandonou tudo para se dedicar à atividade de escritor em tempo integral e acumular experiência em viagens com sua motocicleta pela América do Sul, tendo inclusive morado no Rio de Janeiro.

A vida de Jonathan Shaw é portanto rica em experiências e também uma prova de sobrevivência ao seu passado de “sexo drogas e Rock’n Roll”, certamente um mundo que nem sempre tem o glamour dos filmes e revistas, principalmente quando se é cobrado o preço pelos excessos com o álcool e drogas pesadas como a heroína. Por sinal, o drama do autor como viciado, herança de uma “maldição familiar” que iniciou com o alcoolismo do avô materno e da própria mãe, é uma parte marcante deste romance biográfico. A infância em Los Angeles, sempre negligenciado pela mãe, envolvida na maior parte do tempo com problemas com a bebida e relacionamentos difíceis, não poderia levar a outro resultado diferente do que uma adolescência rebelde, em plena época do florescimento da contracultura, drogas e amor livre. Uma década única em termos de expressão artística, em que se ouvia Jimi Hendrix e Jim Morrison no rádio e havia esperança de uma sociedade alternativa, mas que terminou de forma trágica com a prisão de Charles Manson, acusado de seis assassinatos, inclusive da atriz Sharon Tate grávida, na mesma California que presenciou o nascimento do movimento “Flower Power”.
Read More

Johnny Depp e Hollywood Vampires ressuscitam os mortos

Dan Taylor
THE PRESS DEMOCRAT | 22 de julho de 2016, 22:07

Tradução e adaptação DeppLovers

Foi apropriado a banda celebridade The Hollywood Vampires abrir seu show na sexta à noite no Green Music Center de Rohnert Park com “Raise the Dead”, porque sua música era alta o suficiente para fazer exatamente isso.

Alimentada pela estrela global de filmes Johnny Depp, o clássico roqueiro Alice Cooper e alta potência do guitarrista do Aerosmith, Joe Perry, a banda de sete integrantes tinha uma multidão de cerca de 3.500 membros da assistência à seus pés, aplaudindo e dançando, por 90 minutos no centro do gramado de Weill Hall .
Os fãs ainda perdoaram a banda por iniciar a apresentação com meia hora de atraso, e vários entre a multidão culpavam Depp. “Sempre culpam a estrela de cinema”, disse alguém.
Perguntada sobre qual dos grandes nomes da banda veio ver, Stephanie Greene, 30 anos, de Rio Nido, disse enfaticamente: “Johnny Depp! Vamos! Essa é a minha geração.”

Read More

“Aliança do Crime” mudará sua forma de enxergar Johnny Depp

Resenha: “Aliança do Crime” mudará sua forma de enxergar Johnny Depp
The Hollywood Reporter | Por Todd McCarthy

Após muitos passeios pelo Caribe, Johnny Depp finalmente volta aos filmes mais sérios com “Aliança do Crime”, um grande filme de gangsters, cheio de assassinatos, espancamentos, traições e vingança, todos respaldados por um acordo secreto entre criminosos de Boston e o FBI. Ainda que o salto do diretor Scott Cooper para os grandes estúdios pareça familiar em alguns aspectos, ele cuidou de formar um super elenco, cheio de oportunidades de destaque. As perspectivas de sucesso de bilheteria parecem enormes.

Os fãs mais antigos de Depp, que estavam esperançosos com a possibilidade do ator fazer algo interessante em breve, vão gostar do seu mergulho no mundo do crime, sob a pele do lendário bandido James “Whitey” Bulger, o rei do crime do sul de Boston, de 1970 até 1994, quando foi forçado a fugir por 16 anos. Para alguns, ele estava apenas atrás de Osama Bin Laden na lista dos dez mais procurados pelo FBI.

A mesma coisa que lhe deu tanto status é o que garantirá ao filme um melodrama imersivo e não totalmente fiel à vida de crimes de Bulger. Até hoje, Bulger nega o conluio com os Federais, que seria a pior coisa que ele poderia fazer em seu mundo: formar uma “aliança” para livrar Boston da máfia italiana.

Dá para enxergar Depp por trás da maquiagem elaborada, do cabelo preto escovado para trás, dos olhos azuis e dos dentes podres. Ele até pode ter ficado mais bonito do que o Bulger de verdade, mas nem tanto. Ele está longe de ser o cara mais influente do pedaço, mas é muito resistente e tem um olfato de cão de caça para pessoas que pensam em cruzar seu caminho. Ele cresceu nas favelas de Southie e conhece a maioria dos seus companheiros desde seus tempos de parquinho.

Read More

Resenha nacional sobre a fragrância Sauvage

Resenha – Sauvage de Dior.
Por: Cassiano Silva | Perfumart

IMG_20150908_041226

Por onde começar? Bem, este perfume acabou de ser lançado, mundialmente, no dia 02 de setembro de 2015.

O perfumista da Dior, François Demachy, disse que para criar este perfume, ele se inspirou no homem e em sua masculinidade forte e inconfundível, aquela que transcende o tempo e a moda. Pensando nisso, fica fácil entender a escolha de Johnny Depp como o rosto da campanha, já que ele possui este lado fashion e rebelde, que é viril e atemporal ao mesmo tempo.

Outra exigência que o perfumista fez a si mesmo, foi a de criar uma fragrância crua e nobre, usando apenas ingredientes mais naturais e refinados, selecionados com cautela.

A composição foi feita, basicamente, sobre dois acordes principais: o cítrico e o ambarino. Mas não é tão simples como parece. Possui notas de bergamota da Calábria (citrus bergamia), ambroxan (composto químico obtido através do esclareol que, por sua vez, é extraído da sálvia esclareia, conhecida como Clary Sage), pimenta Sichuan e patchouli duplamente destilado, para obter maior qualidade. Há, ainda, nuances de lavanda, gerânio e vetiver. Read More