Entrevista à Revista austríaca Schweizer Illustrierte – Julho 2018

Entrevista à Revista austríaca  Schweizer Illustrierte Nr. 28 / 13. Julho 2018

Texto original em alemão
Tradução DeppLovers – favor  dar os créditos e link ao repostar 

Johnny Depp: “Eu penduro os sutiãs das minhas fãs”

Galã. Capitão Pirata. Suas musas incluíram Kate Moss e Vanessa Paradis. Agora o Superstar Johnny Depp concedeu ao SI uma audiência particular em Montreux. Lá ele se apresentou com a banda de rock Hollywood Vampires.

Imagem
Pirata, em boa forma: Johnny Depp no palco do Festival de Jazz em Montreux VD. Ele passou seis semanas na turnê européia com os Hollywood Vampires. “Um dos meus ídolos é Keith Richards.”

O coração está acelerado! 5 de julho, 16h05, “Fairmont Le Montreux Palace”. Eu fico em frente à Suíte Bellevue 12.
Sandra, a esposa suíça de Tommy Henriksen, colega de música de Johnny Depp, bate na porta – os dois encadearam a entrevista.
Lá está ele sentado!

Johnny Depp: ator, estrela mundial, sonho de milhões de mulheres. Ele sorri. Ele parece bem! Com óculos de sol, camiseta preta, correntes ao redor do pescoço. O homem de 55 anos prepara um cigarro, limpando um fio da cabeleira pirata do rosto. Aperto de mão suave, voz abafada.
“Oi, eu sou o Johnny. Como vai você? –
Bem, um pouco nervoso. – Esqueça! Vamos conversar.
Johnny aponta para a cadeira em frente, Tommy sentado ao meu lado.
Recomendações: vinte minutos, sem perguntas sobre privacidade e casos legais.

Johnny, você está bem?
Sim! Um pouco cansado. Nós nos divertimos muito! Em turnê, eu posso escapar do meu normal, o que posso dizer: vida anormal.
De que maneira?
Eu estou livre no palco, eu mesmo.

Ao contrário do set de filmagem?
Você pode estar envolvido em uma ótima cena. Mas então cabe ao diretor o que acontece nessa cena. Eu nunca assisto meus filmes. É por isso que não sei como as cenas saíram. Eu gosto de pensar como a lenda do cinema Robert Mitchum: “Saiba seu destino e evite os móveis!” (Risos)

Tommy: Johnny mantém diários em que ele escreve cartas. Às vezes ele vem ao meu quarto de hotel às duas horas. Pergunta: Você está acordado? Então ele me dá seu diário – e eu tiro fotos dos textos. Eu sei sempre: Faremos uma ótima música com isso! Todas as letras de nossas próprias músicas são do Johnny.

Imagem
Hollywood Vampires: A banda no Auditório Stravinski Montreux, segundos antes da performance. Alice Cooper, Tommy Henriksen, Johnny Depp e Joe Perry (da esquerda).
Cooper: “Johnny é um guitarrista muito talentoso”.

Johnny, você viveu na França por um longo tempo. A turnê européia foi uma volta ao lar?

Ah sim! Vive la France! Eu morei no sul da França por dez anos, com Vanessa Paradis. Nós ainda temos uma propriedade lá, eu vou lá sempre que possível. Vanessa e eu temos dois filhos, Lily-Rose e Jack. Eu me sinto muito, muito confortável lá. Essa cultura, essa qualidade de vida! Na Europa, você tem permissão para viver sua vida.

Ao contrário da Califórnia, que é onde você mora atualmente?
Em Hollywood você está cercado por uma multidão de pessoas ambiciosas. Todo garçom lá é um ator ou roteirista. Quando estou trancado no estúdio de cinema, minha natureza não existe mais.
Imagem
Depp antes do show: “Quando adolescente, tocar guitarra me salvou”

Ele incorpora personagens extravagantes. Quanto tempo você vive seus personagens na vida real?

Principalmente seguido por um período de depressão profunda. Uma tristeza que supera seu corpo. Quando eu filmei o Libertino, eu fiquei fisicamente e mentalmente doente.

Como você é mesmo?
Muito tímido. Se eu aceito um personagem, eu sei disso.
Então eu não sou mais eu mesmo no filme.
Imagem
Johnny Depp escrevendo cartas. Em frente ao Tommy e ao editor do SI Thomas Kutschera.

Você conhece bem a Suíça?
A última vez que estive aqui … (pensa ele por um minuto) … foi em Genebra. Mas não me lembro quando e porquê. (Pensa novamente.) Anteriormente, eu estava em Genebra por outro tempo, em um evento na Montblanc. Eu sou um grande fã de suas canetas-tinteiro. Eu adoro isso aqui na Suíça! É fantástico!

Todos os fãs querem algo de você.
Eu me sentiria um idiota se entrasse no carro depois do show.

Tommy: As pessoas só conhecem Johnny do filme. Em turnê, eles o veem de perto, ao vivo, o outro lado dele. Ele aperta as mãos, conversa com as pessoas até as cinco da manhã. Eu vivencio isso todos os dias. Ele é sincero, modesto e generoso. Mas ele é muitas vezes mal interpretado e deturpado.

Imagem

Tommy, 54 anos, vive com Sandra, 40 anos, em Nänikon ZH. Ele já trabalhou com Lady Gaga.

Depp tira os seus óculos, me olha nos olhos. Seus olhos estão claros. Havia marcas no antebraço esquerdo. “Silence Exile Cunning” é tatuado. Meu pulso está de volta ao normal. Johnny ainda deixa uma corrente de metal deslizar por seus dedos finos. “Um presente de uma fangirl”, ele diz suavemente. “É tão fofo!”

Você guarda os presentes?
Normalmente eu os coloco imediatamente, o fã deve ver em mim. Eu levo a maior parte para casa comigo. Às vezes os sutiãs também voam para mim. Eu então os penduro no microstand (suporte do microfone) do nosso baixista.

Johnny, sua filha Lily-Rose é uma atriz. Você acha isso bom?
Ela tem 19 anos. No ensino médio, ela era uma moralista e uma ótima estudante. O oposto de mim quando fui para a escola. (Longa pausa.) Lily-Rose tem o instinto de entender o negócio do cinema. Ela faz seu trabalho muito bem! E ela é a musa de Karl Lagerfeld. Aos 14 anos começou como modelo para Chanel e Dior. Estou tão orgulhoso dos meus filhos! Eles são tudo para mim.

Londres, janeiro de 2016: Depp com a filha Lily-Rose em um desfile de moda de Stella McCartney.

O que o filho Jack está fazendo?

Ele tem 16 anos. Por natureza, como eu, um garoto tímido. Ele me disse: eu não quero ser ator. Eu disse: tudo bem. Ele é um bom desenhista, ele quer fazer animação. E ele toca em uma banda punk, o nome dela é Clown Boner (Boner: com tesão). Eu nunca fiquei tão orgulhoso quando ele me disse o nome da banda! (Risos) Ele e Lily-Rose amam os vampiros, o tio Tommy, o tio Alice.

Você tem filhos? (pergunta Johnny) Sim, dois meninos, 21 e 15 anos. O mais novo me disse para perguntar quando o próximo episódio de “Piratas do Caribe” está chegando.
Cumprimente seu filho por mim! (diz Johnny) Diga-lhe que ainda não está claro se haverá uma sexta parte. E eu tenho que pensar duas vezes se eu vou me vestir para o papel de Jack Sparrow novamente. Eu conheço o personagem de Jack e adoro interpretá-lo. Quando eles me escolheram para o papel, eles não me queriam demitir mesmo eu não seguindo o roteiro.

Brevemente a turnê dos vampiros termina. O que virá a seguir?
Alguns dias de filmagens para a segunda parte do filme “Fantastic Beasts”, eu faço o papel do mágico Grindelwald.
Johnny Depp se levanta.
Em Los Angeles, o julgamento contra sua antiga administração começará em breve. Nós nos sentamos juntos por 70 minutos. Eu te agradeço (diz o jornalista). Pergunto-me se uma selfie está bem. «Não tem problema. Foi um prazer.” Depp coloca seus óculos, coloca o braço em volta dos meus ombros. «Venha para o concerto! Vai ser um show em Montreux!

Imagem
Selfie por Johnny Depp e o editor do SI Thomas Kutschera na suíte do hotel

2 thoughts on “Entrevista à Revista austríaca Schweizer Illustrierte – Julho 2018

  1. Liu says:

    Amei!

  2. Jay says:

    É sempre revelador as entrevistas do Johnny. E essa foi bastante respeitosa e sem auto promoção às custas dele.
    Obrigada pela tradução meninas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

«
»