Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Notícias de última hora!
Regras do fórum
As regras básicas devem ser lidas e respeitadas em todos os nossos fóruns. Regras específicas pra este fórum:

- Poste somente notí­cias aqui. Se quiser comentar algo relacionado ao Johnny que não seja novidade, poste no Conversa Geral;
- Caso sua notí­cia conte algo do filme, contenha SPOILERS, avise no assunto do tópico colocando a palavra: [SPOILERS]-NOME DO FILME;
Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11859
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por salete » Sex Out 05, 2018 2:18 pm

Hoje é a premiere de "Richard says Goodbye" no festival de Zurique. Johnny já chegou. Foram vendidos ingressos para uma "Conversação com Johnny" Muitos fãs estão lá.

Who's looking forward to the «Conversation with: Johnny Depp» ? Today 3.30pm at @FilmpodiumZH #ZFF2018
__________________________________
Johnny chegou e foi recebido com todo o carinho de sempre. sempre gentil, atendeu a todos quanto conseguia. respondeu perguntas das pessoas credenciadas.
Em seguida haverá photocall
mais fotos nas nossas redes sociais e neste álbum: http://depplovers.com.br/forum/viewtopi ... 90#p270090

Álbuns de fotos na galeria DeppLovers, mais de 2000 fotos >>>
Conversação >>> http://www.depplovers.com.br/fotos/thum ... album=1215
premiere >>> http://www.depplovers.com.br/fotos/thum ... album=1214

Imagem Imagem Imagem Imagem
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11859
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por salete » Sex Out 05, 2018 3:25 pm

Imagem

http://www.politicallore.com/zurich-fil ... depp/17831


Johnny Depp será convidado de honra no Festival de Zurique, que acontece até domingo. Durante o evento cultural anual, serão apresentados 160 filmes de 48 países.

Johnny Depp veio a Zurique como convidado de honra durante o final de semana da festa de gala deste ano. Este ano, um festival de cinema tem várias novas seções e prêmios. No total, 118 exibições de filmes ocorrerão de 5 a 7 de outubro em locais e locais em Zurique.

O festival premeia três prêmios principais: Melhor Longa-Metragem Internacional, Melhor Documentário Internacional e Focus: Suíça, Alemanha, Áustria. Os vencedores dos dois primeiros prêmios recebem € 22.000. O vencedor do Focus recebe € 17.500.

Na sexta-feira, o novo filme de Johnny Depp, Richard Says Goodbye, será exibido no Arthouse Le Paris às 20:45 desta noite. Uma sessão de perguntas e respostas com o público também será realizada às 15:30 do mesmo dia no Podium.

O programa do Festival de Zurique tem um foco especial na Itália, mas também apresenta 42 obras de estréia, 12 estreias mundiais. Diretores suíços apresentarão 16 filmes e duas retrospectivas, uma delas dedicada ao icônico cineasta Wim Wenders.

2018 programa foi projetado para refletir assuntos atuais, o seu orçamento para o festival é de € 3,24 milhões. Os ingressos e o programa completo para eventos e exibições estão disponíveis on-line.

"Isso significa que filmes sobre a política mundial atual entre a Rússia e a América são tão surpreendentemente representados quanto as mulheres fortes que não abordam a emancipação e como lidar com a agressão sexual em uma posição de vitimização", diz o co-diretor do festival, Karl Spoerri. em um comunicado de imprensa
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11859
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por salete » Sáb Out 06, 2018 11:37 am

Matéria em site portugues. ( O texto está escrito em português de Portugal, por isso algumas expressões soam estranhas para nós.


Observação: Qdo o jornalista se refere a desastre, e que "felizmente as meninas não assistiram o filme ainda, ele quis dizer que o filme é um dos mais tristes, por conta da doença terminal do personagem, e não criticando a obra, nem ao trabalho de Johnny.

Depp chega a Zurique

O Festival de Zurique já mostrou em antestreia(pré-estreia) mundial Richard Says Goodbye, drama com Johnny Depp sobre um homem a aceitar a morte com um cancro. O ator falou em público e o DN esteve presente. Parecia um concerto de rock, mas foi uma espécie de "masterclass" de um ator que está encantado com o seu feiticeiro de Monstros Fantásticos...

Rui Pedro Tendinha, em Zurique
05 Outubro 2018 — 19:52


Fãs histéricas, paparazzi e uma comoção louca à porta do Film Podium, um minúsculo cinema no centro de Zurique numa sexta-feira ao começo da tarde. A histeria é devido a Johnny Depp, um senhor de 55 anos, convidado de honra do ZFF - Zurich Film Festival, um dos mais endinheirados festivais do mundo. Depp veio ao festival promover Richard Says Goodbye, um drama "indie" de Wayne Roberts (chegará a Portugal em dezembro) sobre um professor de Literatura a quem diagnosticam um cancro em fase terminal, mas aceitou uma "conversa" na secção do festival dos mestres. Uma conversa com público, neste caso um público composto por adolescentes educadas mas com berros agudos. Raparigas que felizmente não viram Richard Says Goodbye, um dos pontos mais negros da carreira de Depp, prestes a ser lançado perto de Monstros Fantásticos - Os Crimes de Grindelwald, o segundo tomo da saga de J.K. Rowling que precede o universo Harry Potter. Imagem Mas a novidade da aparição de Depp em Zurique foi a excelente forma como se apresentou. Está mais rock n' roll do que nunca: veio de boina, mostrou orgulhosamente as tatuagens, as 4 pulseiras e os cinco anéis. Uma das maiores estrelas de Hollywood recusa-se a crescer e está mais magro do que nas últimas aparições, afastando os rumores que o ligam a um período de dependência com álcool e medo de aparecer perto da imprensa - a grande comitiva de jornalistas de todo o mundo convidada pelo festival esteve presente no Film Podium.
"Um ator tem de explorar todas as possibilidades e não ter medo de falhar, de atingir o potencial desastre. É por isso que os estúdios têm medo de mim"
A grande novidade que saiu das palavras do ator passou pela confirmação de que vai voltar ao papel de Grindelwald no terceiro filme da saga da Warner:
"Estou muito ansioso de voltar a fazer este feiticeiro. Começamos as filmagens já para o ano! Mas entrar neste universo da J.K. Rowling foi algo mesmo de muito inesperado e aconteceu-me algo raro neste mundo do cinema: ouvir a Jo [Rowling] dizer-me que estava mortinha para saber o que iria fazer desta personagem. Não costumo ouvir isto. Ela deu-me de mão beijada o Grindelwald e isso deixou-me comovido! Adorei interpretá-lo! E parece que resultou bem, a personagem é interessante. Mas é espantosa toda esta experiência do Fantastic Beasts".


Depp também confessou estar muito entusiasmado com o seu primeiro encontro com o cineasta colombiano Ciro Guerra, o homem que vai adaptar Waiting for The Barbarians, a partir de J.M. Coetze. O plateau abre no final deste mês e ao lado de Depp vão estar Robert Pattinson e Mark Rylance.

Sem enrolar muito a língua, o ator nomeado ao Óscar afirmou mais uma vez a sua declarada fobia à sua imagem: "Continuo a nunca ver os filmes onde entro. Não me gosto de ver, é desconfortável...Já todas as manhãs, ao fazer a barba, levo comigo...". Boutade ou não, também falou a sua preferência pela música:
"o cinema é o meu emprego de dia (trabalho diário) . A música é o meu hobby. Mas estar num palco com os Hollywood Vampires é uma experiência muito mais imediata".
Imagem Nesta conversa cortada pelos aplausos das fãs, surgiu outra novidade; tudo indica que vem aí em breve a 10.ª colaboração com Tim Burton: "Ele é o meu melhor amigo e estamos aí a pensar em avançar em breve com mais um projeto. Já estivemos a falar e há duas coisas na forja. Diria que o Tim é de uma outra raça. E entendemo-nos muito bem. Tal como eu, é um pouco gago e entre nós já temos uma linguagem especial. Ele fala com gestos, com reticências e eu compreendo tudo".
Imagem No meio de tudo isto, pega numa garrafa de água e depois de beber provoca gargalhadas na plateia: "Isto era vodca!". Depp a brincar com a perceção que os media fazem dele, sobretudo numa altura em que se escreve muito sobre os excessos desta estrela de cinema e o seu suposto comportamento errático.

Em jeito de masterclass, fala do seu método:
"Tento sempre fazer algo diferente para cada papel. Gosto mesmo é de me atirar a uma personagem, mergulhar para dentro dela. Com isso, tento que surja algo que as pessoas não estavam à espera. O Jack Sparrow de Piratas das Caraíbas não era aquilo, estava escrito como um galã, um herói...Mas, claro, todas estas personagens são versões de mim. Um ator tem de explorar todas as possibilidades e não ter medo de falhar, de atingir o potencial desastre. É por isso que os estúdios têm medo de mim".
Mais aplausos no fim e Depp a agradecer com um rocker.

Matéria original: >>> https://www.dn.pt/cultura/interior/depp ... 58465.html
Imagem

Avatar do usuário
Liu Roque
Mensagens: 4622
Registrado em: Dom Set 16, 2012 9:24 pm
Localização: Teófilo Otoni-MG

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por Liu Roque » Dom Out 07, 2018 6:49 am

Uau! Johnny, nosso Eterno Menino Lindo de volta com declarações que alegram meu Coração! :SM120:
Mais uma parceria com o Tim!!!! :feliz: :superfeliz: :feliz:
:lovejohnny:
:thankyou: Salete! :kiss2:
Imagem
sig by Sa

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11859
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por salete » Dom Out 07, 2018 10:26 am

Imagem

Avatar do usuário
Rosa Maria
Mensagens: 11345
Registrado em: Dom Out 09, 2011 6:11 pm
Localização: Osasco - São Paulo

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por Rosa Maria » Dom Out 07, 2018 2:50 pm

Bom demais né? :yahoo: Arrasou Johnny! E ele não para! Muitos filmes na fila, pra nossa alegria! :superfeliz:
Imagem
DeppLovers, quatorze anos de carinho, admiração e respeito.

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11859
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por salete » Ter Out 09, 2018 1:52 pm

Videos da conversação



Imagem

Avatar do usuário
Rosa Maria
Mensagens: 11345
Registrado em: Dom Out 09, 2011 6:11 pm
Localização: Osasco - São Paulo

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por Rosa Maria » Ter Out 09, 2018 6:56 pm

Doidinha por esta tradução! As vezes penso que as pessoas perguntam as mesmas coisas a ele, e ele sempre repete as histórias, mas acrescenta alguma novidade, um tempero novo! Adoro. E o prazer de vê-lo conversando não tem nada igual!
Imagem
DeppLovers, quatorze anos de carinho, admiração e respeito.

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11859
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por salete » Qui Ago 01, 2019 8:23 pm

Video com a Conversação completa.
A Kirlyam vai traduzir e postar abaixo conforme vai fazendo.

Imagem

LiamK
Mensagens: 32
Registrado em: Qua Jan 23, 2019 4:46 pm

Re: Premiere de "Richard says GoodBye" em Zurich

Mensagem por LiamK » Seg Ago 05, 2019 12:39 pm

salete escreveu:
Qui Ago 01, 2019 8:23 pm
Video com a Conversação completa.
A Kirlyam vai traduzir e postar abaixo conforme vai fazendo.

E: Continuem aplaudindo, continuem aplaudindo

JD: Ainda bem que não sentei nisso (falando do microfone)

E: No microfone?

JD: Teria sido duro.

E: Johnny bem-vindo é bom ter você aqui!

JD: Muito obrigado! É bom estar aqui.

E: Você disse enquanto estávamos lá fora que você esteve aqui recentemente com sua banda.

JD: Sim, sim. Estive aqui com os Hollywood Vampires há uns 3 ou 4 meses.

E: E como foi a recepção? Quero dizer, você pode ver que as pessoas são completamente maravilhadas e apaixonadas por você. Mas como foi estar no palco tocando com os Hollywood Vampires, na Suíça em Zurique?

JD: Foi incrível! A multidão foi muito acolhedora e eles eram muito receptivos. Eu me diverti muito. Todo mundo se divertiu muito. Foi um show memorável.

E: O que me traz a minha primeira pergunta. Porque você disse em uma entrevista há alguns anos que na verdade, a música tem sido seu primeiro amor. Que você adora estar em uma banda e tocando músicas de rock. Por que você se apaixonou por música e o que é tão especial sobre música em comparação com as grandes coisas que você faz nas telas de cinema?

JD: Bem, eu não tenho certeza sobre ótimas coisas que fiz nas grandes telas de cinema. Eu não tenho… É muito gentil de você. Eu não vi nada disso, então não sei do que fala. Então obrigado!

E: Mas todos eles já viram (apontando para a platéia)

(Platéia aplaudindo e gritando)

JD: Obrigado! Muito obrigado! Obrigado por irem assistir! Obrigado por irem assistir no meu lugar!
Quero dizer, há uma enorme diferença no meu dia de trabalho diário, entre fazer filmes e tocar música. A coisa sobre a música é que ela é imediata é instantânea e é há apenas um take. Então é tudo sobre tentar entregar algo, algum sentimento para o público em que eles em troca, dão algo de volta por isso. E isso acontece de uma forma muito imediata.
E sobre cinema quando você está trabalhando em um filme, em um set, você explora as várias possibilidades de uma cena e você cobre todas as bases em termos de cineastra. E uma vez que a cena é finalizada, o filme é finalizado… Eu meio que sinto que não é da minha conta o que acontece depois…

E: Dessa maneira que você explicou e descreveu é que talvez, de uma certa forma, seja frustrante que talvez a resposta que você obtém quando começa a tocar música no palco é de imediato e com o filme você não pode realmente dizer depois de tudo?

JD: Sim, porque como eu disse, é imediato, então há uma troca imediata com a audiência quando você está tocando, você está se comunicando através de notas e letras e tal. Em um filme você faz o trabalho que você sabe que você se comprometeu a fazer e, em seguida, a reação da audiência vem cerca de um ano depois quando o filme está pronto e nos cinemas. Então nesse ponto já se passou muito tempo, então tudo o que tenho é a memória e a experiência de fazer o papel ou fazer o filme. Então eu saio de lá com essa experiência. Eu realmente não gosto ver as coisas que faço, porque apenas faz eu me sentir desconfortável, sabe?!

E: Falando sobre atuar, mantendo isso em mente que você falou que a resposta (do público) é imediata ao tocar música. O que acende o seu interesse quando se trata de scripts e personagens? Porque se você olhar para a variedade de personagens que você fez é incrível o que você criou. Mas o que um script, filme, produtor ou um roteirista precisa trazer para obter o seu interesse?

JD: Você quer ser surpreendido por algo. Você procura por algo que não necessariamente seja baseado em algo que é totalmente estereotipado. Você procura por um personagem que alguém meticulosamente escreveu e ofereceu-lhe para que atue. É isso que eu entendo disso tudo, do trabalho real que você faz. Mergulhando no personagem, localizando e construindo um personagem. Você tentando o seu máximo para fazer algo que talvez ainda não tenha sido feito.
Talvez seja um pouco diferente porque há um pouco de risco nisso tudo. Mas também é algo que é incrivelmente importante para um ator, eu acho. Pensar em entrar nessa área e fazer isso, sempre a mesma coisa toda vez em todo filme. Cada personagem, de certo modo, é uma versão sua.
Eu acho que a pessoa deve testar a possibilidade de uma queda de cara no chão.

E: Então, correr riscos são importantes?

JD: Sim, se você não se comprometer em se explorar totalmente o para o personagem e para avisão do diretor, à sua visão e a visão do autor… Eu sinto que devo isso às pessoas, que eu devo tentar algo diferente porque eu odiaria aborrecer vocês, sabe?! E se se eu não tentar algo que possa ser potencialmente desastroso eu não sinto como se eu estivesse fazendo o suficiente do meu trabalho. Eu prefiro quando os estúdios estão com medo.

E: Bem, eu tenho um exemplo de estúdios com medo, um pirata em particular… Capitão Jack Sparrow! Você poderia ter feito ele como um típico herói pirata, mas você fez ele este, surpreendentemente louco…

JD: Ele era louco? (rindo)

E: … um ótimo personagem. Existe lendas sobre o que a Disney pensou quando você pisou pela primeira vez no set… Talvez você possa nos contar um pouco sobre como você foi criando capitão Jack Sparrow e como foi daí em diante?

JD: Capitāo Jack foi escrito no roteiro original como um tipo de fanfarrão. Sabe, o tipo de pirata que chega, briga um pouco e depois sai com uma garota? Era isso. Eu tinha idéias diferentes sobre ele. Capitão Jack, bem, isso vai soar estranho, ele nasceu dentro de uma sauna. É sério!

E: Capitão Jack nasceu em uma sauna?

JD: Sim ele…

E: Sauna de quem?

JD: Minha sauna. Agora é dele. (JD e E sorrindo)

JD: Eu estava olhando os vários aspectos do personagem e eu imaginei que este é um cara que esteve sobre o mar, em alto mar por provavelmente toda a sua vida, ou a maior parte da sua vida, pelo menos, e, portanto, provavelmente lidou com um aquecimento inescapável para o cérebro

E: Faz sentido.

JD: Então eu tentei ficar em uma sauna com cerca de mil graus (rindo); eu sentei lá pelo máximo que pude até que começou a me afetar mentalmente. Foi muito, muito quente assim como meu cérebro e, em seguida, o que aconteceu foi que, enquanto eu estava lá, nesse tipo de calor você não pode ficar parado, mas o pior é se você se move ele te mata! Isso em si meio que me deu esse tipo… O cérebro dele foi escaldado de alguma forma. Em seguida também em termos de sua linguagem corporal, eu senti que se ele fosse em um navio, ele ficaria bem, mesmo o navio balançando porque ele tem as “pernas do mar”, mas quando ele fica em terra, ele não pode ter as “pernas da terra”. E então a Disney discordou. (rindo)

E: Mas por quanto tempo eles discordam?

JD: Até o filme ter sido feito… Até que estavam grávidos de mim…

Responder