Desfalque na fortuna de Johnny

Notícias de última hora!
Regras do fórum
As regras básicas devem ser lidas e respeitadas em todos os nossos fóruns. Regras específicas pra este fórum:

- Poste somente notí­cias aqui. Se quiser comentar algo relacionado ao Johnny que não seja novidade, poste no Conversa Geral;
- Caso sua notí­cia conte algo do filme, contenha SPOILERS, avise no assunto do tópico colocando a palavra: [SPOILERS]-NOME DO FILME;
Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11766
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por salete » Seg Jul 16, 2018 7:06 pm

Mais uma materia sobre o processo contra os ex-gerentes; Agora com pronunciamento de porta-voz

A disputa legal de Johnny Depp com seus ex-gerentes finalmente foi concluída, com a estrela de “Piratas do Caribe” chegando a um acordo com o The Management Group.

Em um comunicado divulgado na segunda-feira, um porta-voz do ator disse: "Johnny Depp está satisfeito por ter alcançado um acordo com o The Management Group após a ação legal que ele tomou contra a empresa em janeiro de 2017".

O porta-voz acrescentou: "O processo contra o The Management Group - e o acordo subsequente - é mais uma demonstração de que Johnny está determinado a tomar medidas firmes para proteger sua reputação pessoal e artística no interesse de sua família e de sua carreira".

O porta-voz acrescentou que, com um acordo alcançado, Depp será capaz de se concentrar totalmente em seus vários projetos.

“Após o acordo, Johnny tem o prazer de poder voltar sua atenção para seus esforços artísticos, especialmente a segunda etapa da turnê mundial de Hollywood Vampires e o emocionante lançamento de 'Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald' de JK Rowling. ", que será lançado nos cinemas em novembro deste ano."

Depp processou inicialmente o The Management Group em janeiro de 2017, acusando seus ex-gerentes de “Conduta ilícita e má administração”. Entre os delitos Depp, que pediu US $ 25 milhões, alegou: com uma comissão de 5% da renda do ator, “em alguns casos, independentemente do fato de o Sr. Depp realmente ter recebido alguma renda ou não ”- uma comissão que era“ exorbitante, excessiva e superou em muito o valor real dos serviços que a TMG prestaria ao Sr. Depp ”.
https://www.thewrap.com/johnny-depp-set ... uit-agains…/
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11766
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por salete » Seg Jul 16, 2018 10:02 pm

Johnny Depp resolveu uma ação multimilionária contra seus ex-gerentes de negócios.

O ator de Hollywood acusou o The Management Group de fraude, roubo e má gestão financeira em um processo de $25 million (£18.9m) aberto na Corte Superior de Los Angeles em janeiro de 2017.

Eles negaram a alegação de que gastaram milhões de dólares à suas costas e contra-processaram, buscando US $ 550.000 (£ 415.500) em taxas e indenização por perdas e danos

Os representantes de Depp agora confirmaram que ele está resolvido, o que significa que um julgamento planejado para o próximo mês não vai mais prosseguir.

O ator, conhecido por seus papéis em filmes como na série Piratas do Caribe, Edward Scissorhands e Sweeney Todd, está "satisfeito por ter conseguido um acordo", disse um porta-voz.

"O processo contra o The Management Group - e o acordo subsequente - é mais uma demonstração de que Johnny está determinado a tomar medidas firmes para proteger sua reputação pessoal e artística no interesse de sua família e de sua carreira", disse o porta-voz.

"Após o acordo, Johnny tem o prazer de poder voltar sua atenção para seus esforços artísticos, especialmente a segunda etapa da turnê mundial de Hollywood Vampires e o emocionante lançamento de Fantastic Beasts: The Crimes Of Grindelwald, de JK Rowling, que será lançado nos cinemas em novembro deste ano. "

"Johnny estende seus mais sinceros agradecimentos e apreço aos verdadeiros apoiadores que demonstraram sua lealdade a ele e sua família nos últimos anos".

O Grupo de Gestão cuidou dos assuntos de Depp por 17 anos até ser demitido em 2016.

Eles alegaram que Depp estava em turbulência financeira porque ele gastou milhões de dólares em carros, obras de arte, casas, vinho e memorabilia de Hollywood.

https://news.sky.com/story/johnny-depp- ... s-11439141
Imagem

Avatar do usuário
Suellen
Mensagens: 60
Registrado em: Sáb Out 10, 2009 9:13 pm
Localização: Cubatão/ SP

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por Suellen » Ter Jul 17, 2018 10:55 pm

Olá meninas,

Graças a Deus que houve um acordo! Nosso amado Johnny merece paz! Fico feliz que ele poderá seguir com os seus projetos, tocando sua música que tanto alegra a sua alma e nos encantando nos mais diversos personagens!
Eu fico emocionada com a sensibilidade, o carinho, a consideração
e a gratidão quee ele tem por todas nós!
É pelos seus filmes e pelo ser humano que ele é, que desde meus 12 -13 anos (agora tenho 30 rs), que amo e admiro este ser humano incrível!
:depp:

Avatar do usuário
Liu Roque
Mensagens: 4622
Registrado em: Dom Set 16, 2012 9:24 pm
Localização: Teófilo Otoni-MG

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por Liu Roque » Qui Jul 19, 2018 12:17 pm

Mais uma batalha vencida!
Imagem
sig by Sa

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11766
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por salete » Ter Ago 28, 2018 3:53 pm

Johnny também esta processando o seu ex advogado Jake Bloom. (Pelo que entendi, esses advogados não fazem contratos por escrito com os artistas porque se fixarem um valor, vão sair perdendo quando o artista estoura no sucesso. Assim exploram os artistas. Depp está acabando com isso.)

E Johnny Depp teve uma vitória legal significativa na terça-feira, quando um juiz da Suprema Corte de Los Angeles determinou que seu contrato com seu advogado deveria ter sido feito por escrito.

Depp está tentando recuperar dezenas de milhões de dólares em honorários legais pagos a Jake Bloom em 18 anos. A decisão também pode ter efeitos profundos sobre transações legais em Hollywood, onde os acordos geralmente são baseados em um aperto de mão e não em um contrato por escrito. Bloom foi pago com base em uma porcentagem dos ganhos do ator. O relacionamento desmoronou em 2017, como Depp também estava lutando uma guerra legal com o Management Group, sua antiga empresa de gestão.

Depp processou Bloom em outubro, argumentando que o acordo de taxas era efetivamente feito em uma base de contingência, que sob a lei da Califórnia deve ser por escrito. Bloom rebateu, argumentando que Depp falhou em pagar integralmente suas contas legais e violou o acordo não-escrito. Os advogados de Bloom argumentaram que o acordo não era um acordo de contingência, mas o juiz Terry Green discordou.


"Não há uma regra especial para pessoas de entretenimento", disse Green na terça-feira. “Por que não está escrito? Por que não ter algo que memorize o acordo para que não acabemos no tribunal lutando assim?

"Com uma taxa de contingência, você está especulando sobre um resultado incerto", disse Cardozo. No caso de Depp, ele argumentou que o acordo estava mais próximo de um escritório de advocacia que trabalhava para uma startup de tecnologia em troca de ações, em vez de dinheiro. "Você não está especulando sobre um resultado ... Seu pedaço de renda do Depp pode flutuar."

Green repetidamente afirmou que seus parentes trabalham no ramo de entretenimento, então ele não tem nenhuma hostilidade especial a ele. Mas, ele argumentou, o negócio deveria estar sujeito às mesmas regras que todos os demais.

"Eu cresci em uma família de showbiz", disse o juiz. “Estou ciente de que as pessoas do showbiz pensam que vivem em um universo diferente, mas não o fazem. Eles não são um universo diferente ”.

Green argumentou que os altos e baixos da carreira de Depp enfatizam a natureza especulativa de um acordo de honorários baseado em sua renda.

"Eu não sigo o showbiz", disse ele. “Eu raramente vou ao cinema. Eu sei quem é o autor. Eu não posso te dizer muito sobre ele, exceto que ele teve altos e baixos em sua carreira. Quem teria sabido, 18 anos atrás, quão altos são os altos e quão baixos são os baixos? ”

O advogado de Depp, Fredrick Levin, ficou relativamente quieto durante a discussão, exceto para ecoar as observações do juiz.

"Eu acho que a sua honra está exatamente certa", disse Levin. "Não há explicação adequada porque este contrato não foi por escrito."

Os advogados de ambos os lados se recusaram a comentar fora do tribunal. O caso está marcado para um julgamento em 6 de maio, e os advogados de Bloom podem recorrer da decisão do juiz.

Fonte : https://variety.com/2018/biz/news/johnn ... 202919030/
Imagem

Avatar do usuário
Suellen
Mensagens: 60
Registrado em: Sáb Out 10, 2009 9:13 pm
Localização: Cubatão/ SP

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por Suellen » Ter Ago 28, 2018 10:50 pm

Mais uma batalha vencida por nosso amado Johnny! É importantíssimo que ele ganhe todas as causas nos tribunais! Por ele próprio e pra comprovar que ele sempre agiu legalmente e sem prejudicar o próximo!
:depp:

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11766
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por salete » Qui Ago 30, 2018 6:32 pm

Decisão no processo a favor de Johnny Depp ameaça a cultura do aperto de mão dos advogados de Hollywood
Ofertas que pagam aos advogados uma porcentagem dos ganhos de um ator devem ser colocadas por escrito, regras de juiz

LOS ANGELES - Uma decisão do juiz da Califórnia nesta semana em um caso que coloca Johnny Depp contra seu advogado de longa data está levando a uma reavaliação da cultura do acordo de aperto de mão que ainda é difundida em alguns cantos de Hollywood.

O juiz descobriu que um acordo verbal que autoriza o advogado de Depp a uma porcentagem dos ganhos de seu cliente não é válido porque não foi feito por escrito, conforme exigido pela lei da Califórnia. Depp processou Jacob Bloom no ano passado, buscando recuperar o que o processo estima em US$ 30 milhões em honorários pagos a ele desde 1999.

Espera-se que a vitória da estrela de "Piratas do Caribe" mude como advogados e atores formalizam seus contratos, disseram advogados de entretenimento. Poderia também levar outros atores insatisfeitos com seus representantes a buscar reivindicações legais semelhantes.

Adam Waldman, um dos advogados de Depp no ​​caso pendente, disse acreditar que a decisão “criará uma grande mudança em Hollywood”.

Matéria original>>> https://www.wsj.com/articles/ruling-in- ... 1535547603
Imagem

Avatar do usuário
Rosa Maria
DL Moderadora
DL Moderadora
Mensagens: 11345
Registrado em: Dom Out 09, 2011 6:11 pm
Localização: Osasco - São Paulo

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por Rosa Maria » Qua Set 05, 2018 10:39 am

Na torcida para que Johnny saia vitorioso, e seu exemplo se alastre por Hollywood! Chega de exploração! :espera:
Imagem
DeppLovers, quatorze anos de carinho, admiração e respeito.

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11766
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por salete » Dom Mar 31, 2019 5:12 pm

Atualização. ( traduzido pelo google, sem correção) https://www.law360.com/articles/1144596 ... fee-claims
]Ex-Attys de Johnny Depp não pode reclamar reivindicações de taxas de "janelas secretas"
Law360, Los Angeles (29 de março de 2019, 21:47 BRT) - Um juiz da Califórnia negou nesta sexta-feira que os advogados de Johnny Depp na Bloom Hergott Diemer Rosenthal, LaViolette Feldman Schenkman e Goodman LLP, cortem as alegações do ator de que a empresa coletou indevidamente um corte de seus ganhos no cinema, dizendo que muitas perguntas não são respondidas sobre quando o trabalho da empresa parou.

No início da audiência, o juiz da Corte Superior de Los Angeles, Terry A. Green, disse que o contrato de Depp para serviços jurídicos com Bloom Hergott era "não convencional" e "aberto", discordando da firma de advocacia que a violação das obrigações fiduciárias do agente em relação a o thriller de 2004, “Secret Window”, deve ser cortado do processo de adjudicação sumária baseado em um estatuto de limitações para reivindicações de negligência contra advogados sob o Código de Negócios e Profissões da Califórnia.

A empresa argumentou que não tem trabalhado no filme desde 2008, tornando-se velho demais para aparecer no processo de Depp agora.

Mas o juiz Green disse que o contrato de Bloom Hergott com Depp não especificou uma data final para a qual a empresa deixaria de trabalhar para ele em filmes específicos, incluindo "Janela Secreta", encontrando o estatuto de limitações realmente não pode ser aplicado em um show situação de negócios como esta, porque, financeiramente falando, os filmes duram para sempre.

"Talvez tenha sido um fracasso", disse o juiz Green. "Quem sabe? Talvez em anos se torne um filme de culto.

A questão de quanto tempo o Depp esperava que a empresa o ajudasse ao longo de sua carreira no setor de entretenimento é uma questão de fato para um júri decidir, disse o juiz.

Depp, estrela de filmes como "Piratas do Caribe", "Alice no País das Maravilhas" e "Medo e Repulsa em Las Vegas", acusou seu advogado pessoal de longa data, Jacob Bloom, e a empresa em outubro de 2017 por anos de conduta imprópria. self-dealing e falha em divulgar conflitos de interesses.

Depp diz que a firma, da qual ele foi cliente por 18 anos antes de demiti-los, não divulgou anos de conduta imprópria entre ele e o The Management Group, seus ex-gerentes de negócios, que a estrela de cinema processou no início daquele ano.

A firma Bloom cobrava suas taxas do The Management Group sem um contrato escrito em violação da lei estadual, a ação reivindicada.

Em julho, Depp resolveu seu processo com o The Management Group, evitando um julgamento agendado para agosto em um par de ações multimilionárias sobre como pelo menos US $ 25 milhões do dinheiro do ator foi pago e se suas propriedades deveriam ser executadas.

Em agosto, o juiz Green aceitou a tentativa de Depp de dispensar a reconvenção de Bloom Hergott de que o ator violou seu contrato de taxas verbais, dizendo que o acordo não é diferente de qualquer outro acordo de honorários de advogados e, portanto, é anulável porque não foi colocado por escrito.

Na sexta-feira, Kurt C. Peterson, da Reed Smith LLP, advogado de Bloom Hergott, argumentou que só porque a empresa forneceu uma representação contínua para Depp não significa que o estatuto de limitações também não se aplica à "Janela Secreta".

Peterson disse que Depp recebeu cerca de US $ 11 milhões em 2003 por seu papel no filme, com Bloom Hergott assumindo 5 por cento. O filme foi lançado em 2004, disse Peterson, e todo o trabalho foi concluído em 2008, o mais tardar.

"Não é razoável pensar que a empresa ainda está fazendo algum trabalho no filme", ​​disse Peterson.

Mas o juiz Green negou a moção para julgamento sumário, dizendo que era uma questão factual que um júri terá que decidir.

Após a audiência de sexta-feira, Benjamin G. Chew, da Brown Rudnick LLP, um advogado de Depp, disse à Law360 que eles estavam "muito satisfeitos" com a decisão do juiz e que era um bom resultado para o ator.

O advogado de Bloom Hergott se recusou a comentar.

Depp é representado por Ronald Rus, Randall A. Smith, Camille M. Vasquez, Samuel A. Moniz e Benjamin G. Chew da Brown Rudnick LLP, Adam R. Waldman da Endeavor Law Firm PC e Robert B. Gilmore, Brittany W Biles e Kevin L. Attridge de Stein Mitchell Beato e Missner LLP.

Bloom Hergott Diemer Rosenthal LaViolette Feldman Schenkman e Goodman LLP é representado por Kurt C. Peterson, Lorenzo Gasparetti, Peter J. Kennedy e Mathew M. Wrenshall da Reed Smith LLP.

O caso é Depp et al. v. Bloom et al., número de processo BC680066 no Tribunal Superior do Estado da Califórnia, Condado de Los Angeles.

- Reportagem adicional de Dave Simpson, Kat Greene e Daniel Siegal. Edição por Amy Rowe. [/spoiler
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11766
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Desfalque na fortuna de Johnny

Mensagem por salete » Sex Mai 17, 2019 2:10 pm

Jake Bloom e Alan Hergott se afastarão no julgamento de Johnny Depp

Gene Maddaus
15 de maio de 2019 11:30 PDT

"Agradecemos a Jake e Alan por seus muitos anos de liderança, excelência e amizade, e estamos felizes em construir sua base", disse o sócio Carlos Goodman em um comunicado. “Essa mudança geracional nos posiciona para capturar oportunidades de crescimento e liderar a prática da GSB no futuro.”

Bloom não fez um comentário, mas Hergott disse que era hora de uma "evolução".

"Foi um verdadeiro privilégio representar algumas das pessoas mais talentosas em entretenimento e mídia durante tantos anos", disse ele. “Enquanto sentirei falta dos meus clientes e colegas, agora é a hora certa para essa evolução. É uma excelente oportunidade para todos os envolvidos e estou ansioso para ver a GSB otimizar o novo cenário de mídia para seus clientes e continuar crescendo no futuro. ”

A dupla normalmente fazia seu trabalho sem muita fanfarra ou atenção da imprensa, mas no último ano e meio eles estiveram em uma disputa muito pública com Depp. Depp acusou a empresa de maltratar vários assuntos, incluindo seu divórcio com a atriz Amber Heard, e alega que a empresa cobrou indevidamente milhões de dólares em honorários.

Depp estava envolvido em uma disputa semelhante com o The Management Group, sua antiga empresa de administração. Mas enquanto esse caso terminou em um acordo, a batalha com a firma de Bloom se arrastou. Em agosto de 2018, um juiz do Tribunal Superior de Los Angeles deu a Depp uma vitória significativa, recusando-se a rejeitar o caso e censurando a empresa por confiar em um acordo não-escrito com a estrela.

“Hoje, a Bloom Hergott cumpriu a ameaça anterior de seus advogados de fugir de sua responsabilidade para Johnny Depp, fechando a empresa e reconstituindo-a. Veremos a firma que eles querem levar para a corte em breve ”, disse o advogado de Depp, Adam Waldman.

O caso está previsto para ir a julgamento em setembro, mas a empresa recentemente pediu para adiá-lo até março de 2020.

Em sua declaração, a empresa disse que muitos advogados vão continuar, incluindo John Diemer, David Feldman, Stuart Rosenthal, John LaViolette, Patrick Knapp, Eric Brooks, Richard Thompson e Stephen Breimer. Ashley Silver e Will Jacobson também foram nomeados parceiros.

"Os parceiros da GSB manterão suas práticas de entretenimento bem estabelecidas e continuarão a se expandir para os mercados de alto crescimento digital, streaming e influenciadores", disse a empresa.

https://variety.com/2019/biz/news/jake- ... ssion=true
Imagem

Responder