Processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Notícias de última hora!
Regras do fórum
As regras básicas devem ser lidas e respeitadas em todos os nossos fóruns. Regras específicas pra este fórum:

- Poste somente notí­cias aqui. Se quiser comentar algo relacionado ao Johnny que não seja novidade, poste no Conversa Geral;
- Caso sua notí­cia conte algo do filme, contenha SPOILERS, avise no assunto do tópico colocando a palavra: [SPOILERS]-NOME DO FILME;
Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Qui Abr 25, 2019 9:02 pm

Samantha McMillen depôs a favor de Johnny!!!!💪👏👏👏
Testemunho da estilista de longa data de Amber Heard contesta alegações de lesões faciais .
Johnny Depp continua a reunir testemunhas a par das dificuldades pessoais que enfrentou com Amber Heard durante o seu casamento volátil, e agora teve sua estilista para testemunhar contra ela nunca ter visto ferimentos no rosto depois que a atriz alegou que Depp a espancou.

A equipe jurídica de Depp obteve o testemunho da estilista de celebridades, Samantha McMillen . McMillen diz que ajudou a estilizar Heard para "grandes eventos" desde 2014.

Especificamente, ela descreve o estilo da estrela para uma aparição em "The Late Late Show com James Corden" em 16 de dezembro de 2015, após a atriz ter alegado que Depp a deixou com os olhos roxos durante uma discussão que ocorreu na noite anterior.

“Durante o dia 16 de dezembro de 2015, pude ver claramente que Amber Heard não tinha marcas visíveis, contusões, cortes ou ferimentos no rosto ou em qualquer outra parte de seu corpo”, declarou McMillen.

Heard descreveu o incidente alegado mais tarde, enquanto procurava uma ordem de restrição contra a estrela de “Piratas do Caribe”, e alegou que ele havia quebrado o lábio e dado a ela dois olhos negros. Ela alega que o alegado incidente a fez "verdadeiramente temer pela minha vida".

Ao descrever essas lesões faciais, McMillen disse: Heard não tinha olhos negros e estava visivelmente ilesa durante todo o dia e naquele momento.

O depoimento de McMillen pode ter um peso significativo no processo de difamação entre Depp e Heard, já que a estilista é uma testemunha legítima que trabalha regularmente com outras estrelas em Hollywood.

A estilista também deu testemunho sobre o trabalho com Heard em 27 de maio de 2016… 6 dias após a suposta brutal briga que Heard relatou durante seu depoimento emocional .

McMillen disse que apareceu na casa por volta do meio-dia e "Ela veio até mim no pé da escada na casa do Sr. Depp e me deu um abraço, soluçando".

A estilista afirmou que Heard não tinha marcas no rosto durante o encontro de 27 de maio “Três dias depois do meu encontro com a Sra. Heard, em 27 de maio de 2016, vi na mídia que a Sra. Heard com lesões proeminentes visíveis no rosto. Eu sabia que ela não tinha essas marcas no rosto em 24 de maio de 2016 quando eu estava com ela.

Conforme relatamos, a equipe jurídica de Depp coletou toneladas de imagens de vigilância que eles afirmam que Heard não teve lesões visíveis nos dias após a briga entre as duas estrelas.

O advogado de Depp, Adam Waldman , nos diz: “A declaração juramentada de hoje fornecida pela própria estilista de Amber Heard se soma ao corpo esmagador de provas que demolem não apenas a sua já refutada fraude contra Johnny Depp, mas também sua falsa alegação de 15 de dezembro de 2015 de abuso contra ele ”.

https://theblast.com/amber-heard-stylis ... lNWpwxOYNM
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Qui Abr 25, 2019 9:34 pm

Johnny Depp acabou de encontrar um novo aliado em seu processo de difamação contra a ex-mulher Amber Heard. Samantha McMillen diz que o rosto de AH não estava ferido.

Johnny Depp, de 55 anos, acaba de adicionar uma ex-membro do círculo íntimo da ex-mulher, Amber Heard, ao processo de difamação de 50 milhões de dólares contra a estrela do Aquaman. Sua estilista pessoal, Samantha McMillen, diz que a atriz disse a ela que tinha dois olhos negros quando ia a um talk show, quando a fashionista afirma que ela a viu naquele mesmo dia e que seu rosto não estava ferido. HollywoodLife.com obteve a documentação legal, onde McMillen detalha trabalhar com Heard no dia de uma aparição no The Late Show com James Corden e não viu nenhum ferimento visível. Mais tarde, Heard afirmou em uma entrevista em junho de 2016 com a People que Johnny a havia espancado na noite anterior em 15 de dezembro de 2015.

De acordo com os documentos legais, McMillen disse: “Em 16 de dezembro de 2015, passei a maior parte do dia e da noite com Amber Heard, preparando-a para aparecer no programa de James Corden. Eu a vi durante todo o dia de 16 de dezembro de 2015, em boa luz, a curta distância, sem maquiagem. Durante o dia de 16 de dezembro de 2015, pude ver claramente que Amber Heard não tinha marcas visíveis, contusões, cortes ou ferimentos no rosto ou em qualquer outra parte do corpo. Ela apareceu como convidada no show de James Corden naquele dia.

McMillen continuou: “Depois do show, a Sra. Heard me disse 'você pode acreditar que eu acabei de fazer aquele show com dois olhos negros?' A Sra. Heard não tinha olhos negros e estava visivelmente ilesa durante todo o dia e naquele momento. Mais tarde, soube que a Sra. Heard havia acusado Johnny Depp, nos arquivos judiciais e na mídia, de abusar violentamente dela na noite anterior, 15 de dezembro de 2015. ”

Samantha é um uma peça importante quando se trata do mundo dos estilistas de Hollywood. Ela vestiu Brie Larson para sua turnê de imprensa dos Vingadores: Endgame e estréias, assim como sua co-estrela Chris Hemsworth. Ela trabalhou com Amber a partir de 2014 para grandes eventos até 2016.

Depp entrou com um processo de difamação no valor de 50 milhões de dólares contra sua ex-mulher .
📌DeppLovers📌
https://hollywoodlife.com/2019/04/25/am ... Es6Q04BMe4
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Seg Abr 29, 2019 10:42 am

Johnny Depp não vai recuar na batalha contra AH até que sua reputação seja restaurada.

https://hollywoodlife.com/2019/04/28/jo ... ssion=true

(No artigo tem imagens do processo na justiça)


Johnny Depp está determinado a fazer o que for preciso para limpar seu nome e ganhar a luta legal contra sua ex, Amber Heard, depois que ela publicamente acusou-o de supostamente abusar dela.

Johnny Depp, 55 anos, e Amber Heard, 33, fizeram grandes manchetes pela confusa batalha que tiveram desde a separação, e agora que o ator entrou oficialmente com um processo de difamação de 50 milhões de dólares contra sua ex-mulher, ele não está recuando. Acontece que Johnny está determinado a ir além para provar sua inocência e limpar sua reputação depois que Amber o acusou de deixá-la com os olhos roxos em 2015, e desde que a estilista pessoal de Amber, Samantha McMillen se apresentou para dar uma declaração contestando as afirmações de Amber Johnny está mais preparado do que nunca para lutar a boa luta legal e conseguir justiça de uma vez por todas.

"Johnny está se preparando para uma longa batalha legal com sua ex- Amber", disse uma fonte próxima da situação EXCLUSIVAMENTE ao HollywoodLife.

"Sua resposta à sua última moção [Amber para demitir (local de transferência) está marcada para segunda-feira, 20 de maio, após a qual Amber responderá em 31 de maio.
[Em outras palavras: Amber registou um pedido tentando derrubar o processo e nao ir a julgamento. A resposta vem dia 20 de maio e Johnny está providenciando a treplica, para dia 30 de maio para manter e levar o processo a juri]

Johnny apresentará provas de suas alegações de que Amber e suas amigas realizaram uma série de abuso falsos alvejando ele.
Sem data de audiência ainda definida, e uma série de vitórias em movimento por trás, ele já colocou muito tempo e energia para limpar seu nome das alegações desagradáveis. ”
Esse tempo e esforço continuarão e Johnny está pronto para o longo prazo. "Ele está sendo paciente e perseverante em sua luta contra Amber pela verdade, e Johnny não recuará", continuou a fonte.


“Enquanto for preciso, Johnny usará os tribunais para executar a justiça até que seu nome em Hollywood seja liberado e sua reputação seja restaurada. Ela o prejudicou muito quando ele não estava se defendendo; agora ele reconhece que deve se envolver totalmente nessa batalha legal até que suas alegações sejam totalmente rejeitadas. Johnny não vai mais ser espezinhado ”.

O advogado de Johnny, Adam Waldman, também falou EXCLUSIVAMENTE com o HollywoodLife sobre o que está acontecendo na atual batalha legal entre Johnny e Amber e explicou por que ele acredita que as alegações de abuso de Amber não são verdadeiras. "Depois de ter exposto a fraude de abuso de Amber Heard em 21 de maio de 2016, incluindo 2 policiais, 19 testemunhas oculares e 87 vídeos de vigilância, emitimos novas intimações e já começamos a desmantelar seus outros golpes diabólicos de abuso", disse Waldman. “Antes de a evidência desmascarar a mais recente farsa do abusador violento anteriormente preso, aqui está uma pergunta: que vítima de abuso real traz uma fraude ao tribunal para obter uma ordem restritiva se eles sofreram abuso real?
É um insulto à dor e às experiências de todas as vítimas reais de abuso, de todos os sexos ”.

Imagem
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Seg Abr 29, 2019 10:57 am

Clicando aqui você pode ver os documentos (28 paginas do processo) que Johnny move contra a ex por difamação. >>>>>>>>> https://hollywoodlife.com/pics/johnny-d ... 3O5-cXiFRI

Claro que não dá para traduzir, e é complicado de entender, mas é possivel encontrar partes importantes, e destacar, e fazer print.
Embora Johnny Depp e Amber Heard tenham finalizado seu divórcio em 2017, o drama entre eles se recusa a morrer. Em março de 2019, Johnny entrou com uma ação de difamação contra sua ex-mulher em um editorial de dezembro de 2018 no Washington Post. Amber escreveu como ela era uma testemunha em primeira mão de "abuso doméstico", à qual Johnny - através desses documentos - alegou que era Amber quem era o abusiva.

Johnny, nas primeiras doze páginas dos documentos, acusou Amber de fabricar as alegações para "avançar sua carreira". Os documentos também acusam Amber de ter quebrado os ossos em seus dedo em um incidente de 2015, ao mesmo tempo em que a acusa de agredi-lo depois no 30º aniversário dela.. Johnny está pedindo US $ 50 milhões em indenização.
Neste processo, Johny está pedindo para o caso ir a juri. E ela está tentando derrubar o pedido porque ela não quer ir a julgamento.
Imagem

Avatar do usuário
Suellen
Mensagens: 61
Registrado em: Sáb Out 10, 2009 9:13 pm
Localização: Cubatão/ SP

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por Suellen » Ter Abr 30, 2019 11:21 pm

Agora nosso amado Johnny vem com tudo!
Estava mais que na hora desta mulher ser processada.
Ela o manchou mundialmente e o feriu grandemente de todas as formas!
A justiça será feita!
:depp:

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Qua Mai 08, 2019 9:11 pm

Johnny Depp alega falsificação de dados de abuso em 2016

Johnny Depp suspeita de alguns dos detalhes da ligação ao 911 que o amigo de Amber fez.
http://surfthespear.com/johnny-depp/124 ... ta-in-2016

Sobre a noite do ataque, Heard havia testemunhado que ela estava no telefone com Wright quando Johnny Depp começou a atacá-la fisicamente. Wright declara que “então ouvi Amber chorando de medo e implorei a Johnny que parasse de atacar, depois ouvi Amber gritar “Ligue para o 911” antes que a ligação fosse desconectada. Liguei para o 911 para salvar a vida de Amber.

Os advogados de Johnny Depp, no entanto, receberam registros das chamadas do LAPD daquela noite e notaram algumas inconsistências nas evidências. Eles coletaram materiais em vídeo mostrando como Johnny Depp deixa o prédio residencial em Los Angeles por volta das 20h30. Observando que a ligação para o LAPD só foi feita proximo das 22h, eles indicam como Wright esperou mais de uma hora e meia antes de ligar. Isso vai contra a afirmação de Wright de que decidiu ligar para o 911 em "uma fração de segundo".

O advogado de Depp, Adam Waldman, chama o incidente de "hoax Amber Heard".
Os funcionários da LAPD (policia de Los Angeles) que responderam ao 911 não encontraram sinais de abuso contra Heard quando chegaram.

Esta informação é chocante, dado o testemunho "doloroso" de Heard.

Heard se recusa a recuar, e atualmente está tentando parar o caso de difamação apresentado por Depp e movê-lo para outro lugar, enquanto a equipe Depp está trabalhando em evidências para manter o caso em andamento no final deste mês.
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Seg Mai 20, 2019 11:12 pm

Johnny Depp está falando pela primeira vez com suas próprias palavras sobre as alegações de abuso contra ele por sua ex-esposa, Amber Heard, dizendo:
"As alegações de violência doméstica fabricadas por Heard contra mim são categoricamente e comprovadamente falsas. ”


https://theblast.com/johnny-depp-amber- ... n-lawsuit/

De acordo com documentos judiciais obtidos pelo The Blast, Depp apresentou uma longa declaração em apoio ao seu processo de difamação no valor de US $ 50 milhões contra Heard.

“Eu neguei veementemente as alegações da Sra. Heard desde que ela as fez em maio de 2016”, começa Depp, “quando ela entrou na corte para obter uma ordem de restrição temporária com hematomas pintados que testemunhas e sequencias de câmeras de vigilância mostram que ela não as possuía em cada dia da semana anterior. Eu vou continuar a negá-los pelo resto da minha vida. Eu nunca abusei da Sra. Heard ou de qualquer outra mulher.

Depp diz que decidiu entrar com a ação “não apenas para limpar meu nome e restaurar minha reputação, mas para tentar trazer clareza para as mulheres e homens cujas vidas foram prejudicadas por abuso e que foram repetidamente enganados por Ms. Heard alegando ser seu porta-voz ”.

Ele diz que a "aparição de novas evidências que não possuía anteriormente" foi o que o levou a registrar o novo processo.
Depp diz que “depois de anos afirmando minha inocência, finalmente estou em condições de provar isso desmantelando cada elemento de sua farsa”.


Durante grande parte de sua declaração, Depp passa pelos vários incidentes em que Amber Heard o acusa de violência doméstica e os refuta a todos. Ele diz que as "mentiras de Heard são inconsistentes, inconstantes e diretamente contraditas por depoimentos juramentados, fotográficos, de áudio, vídeo e outras evidências".

“Apesar das falsas alegações de abuso doméstico de Ms. Heard sobre mim”, afirma Depp, “houve violência doméstica real e documentada em nosso relacionamento: ela foi a perpetradora e eu fui a vítima. Enquanto misturava anfetaminas prescritas e medicamentos sem receita médica com álcool, a Sra. Heard cometeu inúmeros atos de violência doméstica contra mim, frequentemente na presença de testemunhas de terceiros, que em alguns casos me causaram lesões corporais graves ”.

Ele reitera sua afirmação de que Heard abusou dele em várias ocasiões, dizendo: “Durante todo o nosso relacionamento, a Sra. Heard também cometeu violência doméstica contra mim. Ela bateu, socou e me chutou. Ela também repetidamente e freqüentemente jogou objetos no meu corpo e cabeça, incluindo garrafas pesadas, latas de refrigerante, velas acesas, controles remotos de televisão e latas de diluente, que me feriram gravemente. ”

Depp incluiu várias fotos de ferimentos que ele alega ter sofrido como resultado de supostos abusos nas mãos de Heard - um incidente ocorreu em abril de 2016 e outro em dezembro de 2015.

Johnny Depp entra em detalhes sobre um dos mais infames incidentes alegados durante seu casamento turbulento - quando Depp encontrou fezes em sua cama.

Ele explica: “Depois de me afastar da presença da Sra. Heard na cobertura em 21 de abril de 2016, na manhã seguinte, a Sra. Heard ou uma de suas amigas defecaram na minha cama como uma brincadeira antes de partirem para o Coachella juntas. .

Depp alega que Heard admitiu ao seu gerente de propriedade "que as fezes eram 'apenas uma brincadeira inofensiva'".

Esse incidente, diz Depp, é o que o levou a pedir o divórcio de Heard.

Depp diz: “Como resultado dos anos de abuso doméstico que eu havia sofrido nas mãos da Sra. Heard - mais recentemente o ataque físico e a defecação de 21 de abril na minha cama em algum momento antes de ela e suas amigas saírem na manhã seguinte - resolvi divorciar-me de Ms. Heard. ”

No final da declaração, em um esforço para retratar Heard como alguém que mente com frequência, Depp afirma que Heard “enviou uma carta assinada datada de 28 de setembro de 2014 para o (Department of Homeland Security,) Departamento de Segurança Interna, alegando falsamente que sua assistente Savannah McMillen, uma cidadã da Reino Unido, era apenas seu "amigo" viajando para os EUA com um visto de turista. "

Depp resumiu seus sentimentos perto do final de seu longo depoimento, dizendo: “Cinicamente aproveitando-se do conceito de #believewomen que foram promovidos como parte do importante movimento #metoo, a 'evidência' de Heard repousa principalmente em sua palavra e de seus amigos dependentes. Ela e eles me acusaram falsamente de violência, embora, curiosamente, nenhuma de suas "testemunhas" diga que alguma vez testemunhou alguma violência.
Ele comenta ainda que elas (eles)fizeram isso apesar dele ter em sua posse a verdade em depoimentos de testemunhas oculares fornecidas sob pena de perjúrio e fotografias de sua violência contrária cometida contra mim, evidência esmagadora de que suas várias alegações de abuso e os ferimentos que ela alegou terem sido causados por ele são falsos, o fato de sua própria prisão e encarceramento por violência doméstica contra sua esposa anterior, e novas testemunhas que agora estão se apresentando para descrever a violência brutal que sofreram em suas mãos. ”

Em seu processo, Depp discorda de um artigo que Heard escreveu para o Washington Post em dezembro de 2018, no qual ela se referiu a si mesma como “uma figura pública que representa abuso doméstico”.

Embora Johnny Depp não tenha sido nomeado, ele alega que o artigo inteiro "depende da premissa central de que Heard era uma vítima de abuso doméstico e que Depp perpetrou violência doméstica contra ela".

Ele alega que as alegações de abuso de Heard foram "conclusivamente refutadas por dois policiais que responderam separadamente, uma lista de testemunhas neutras de terceiros e 87 vídeos de câmeras de vigilância recém-obtidos".

Conforme relatamos, a equipe jurídica de Johnny Depp coletou muitas imagens de vigilância que eles alegam que Heard não teve nenhum dano visível nos dias após uma suposta briga entre as duas estrelas em maio de 2016.

Depp está processando por difamação e pedindo superiores a US $ 50.000.000 por danos.

Imagem Imagem Imagem


:depp: DECLARAÇÃO COMPLETA DO JOHNNY EM 22 PAGINAS:

https://www.dropbox.com/s/fu9959f7v21ej ... n.pdf?dl=0
Imagem

Avatar do usuário
Ro
Mensagens: 1762
Registrado em: Sáb Set 19, 2009 11:41 pm
Localização: RS

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por Ro » Ter Mai 21, 2019 8:34 am

Que a justiça seja feita! :alo:
Imagem

By Sá.

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Ter Mai 21, 2019 12:08 pm

:depp: DECLARAÇÃO COMPLETA DO JOHNNY EM 22 PAGINAS:

https://www.dropbox.com/s/fu9959f7v21ej ... n.pdf?dl=0
Imagem


Avatar do usuário
Suellen
Mensagens: 61
Registrado em: Sáb Out 10, 2009 9:13 pm
Localização: Cubatão/ SP

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por Suellen » Ter Mai 21, 2019 8:20 pm

Gente é muita crueldade.
Sem palavras 😔☹️
Espero que este processo acabe logo e o Johnny saia vitorioso deste tormento.

:TeamDepp:
:depp:

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Qui Mai 23, 2019 1:26 pm

A Adriana traduziu pra nós alguns trechos mais importantes do depoimento de Johnny.

Depoimento
Obs: Imagens de algumas lesões citadas aqui e outras:
Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem
Ao misturar prescrição de anfetaminas e medicamentos sem receita médica com álcool, a Sra. Heard cometeu inúmeros atos de violência doméstica contra mim, freqüentemente na presença de testemunhas de terceiros, que em alguns casos me causaram lesões corporais graves. Muitas destas agressões contra mim ela até admitiu sob juramento.
—————————-
Ao longo do nosso relacionamento, a Sra. Heard também (esse *também" é uma referencia a um paragrafo anterior onde ele relata que Amber tambem agredia Tasya) cometeu violência doméstica contra mim. Ela bateu, socou e me chutou. Ela também repetidamente e freqüentemente jogou objetos no meu corpo e cabeça, incluindo garrafas pesadas, latas de refrigerante, velas acesas, controles remotos de televisão,e latas de thinner que me feriram gravemente. Como parte do nosso processo de divórcio, a Sra. Heard depôs por volta de 13 de agosto de 2016. A Sra. Heard admitiu alguns desses atos de violência contra mim em seu depoimento, embora no trecho de depoimento juramentado que ela escolheu ser submetido a este tribunal, ela também contradisse suas próprias admissões juramentadas e perjurou contra ela mesma dizendo que só cometeu violência contra mim uma única vez.


———————-


Há também uma gravação de áudio em que a Sra. Heard admite e pede desculpas por ter chutado uma porta na minha cabeça e me dado um soco no rosto. Depois de negar esses atos de violência sob juramento em seu depoimento, a Sra. Heard foi forçada a contragosto admitir que perpetrou a violência contra mim e que ela pode ser ouvida admitindo isto só depois de ter sido confrontada com as gravações de áudio de sua confissão e pedido de desculpas.

——————-

Anexado aqui como Anexo B é uma fotografia minha com um olho roxo causado pela Sra.Heard por me socar no rosto por volta 22 de abril de 2016. Esta fotografia foi tirada pelo meu guarda-costas Sean Betts, que é um ex-veterano de 18 anos do Departamento de LA Sherriff, em 22 de abril de 2016.
————-
Anexado aqui como Anexo C, três fotografias minhas com arranhões na minha
Face, queixo e nariz de um incidente ocorrido em 15 de dezembro de 2015. Essas fotos foram tiradas por Sean Bett por sua insistência. Seguindo um padrão que ela implantou em todo o nosso relacionamento, a Sra. Heard depois afirmou perversamente que fui eu quem cometeu violência contra ela em 15 de dezembro de 2015, cortando o lábio dela, batendo no nariz com tanta força que quase quebrou, enegrecendo seus olhos e batendo tão violentamente que ela alegou que eu quebrei a cama no processo.
Seu relato é contestado por várias testemunhas, cada uma das quais prestou testemunho juramentado que eles se envolveram cara a cara com uma Ms. sem maquiagem e claramente não estava ferida no dia 16 de dezembro de 2016, imediatamente antes de sua aparição no programa “James Corden”,que também pode ser visto que os ferimentos graves que ela afirma ter são uma mentira. Essas testemunhas incluem a estilista da própria Sra. Heard, Samantha McMillen, que também testemunhou que a Sra. Heard visivelmente estava sem ferimentos em outras ocasiões, quando a Sra. Heard alegou que eu havia batido nela.
———————
. Para esconder o fato de que sua violência doméstica contra mim me causou graves ferimentos corporais, a Sra. Heard inventou várias histórias falsas que alegam que eu cortei meu próprio dedo. Em primeiro lugar, no meio do nosso processo de divórcio, a Sra. Heard vazou para a mídia a história falsa que eu cortei meu dedo fazendo um buraco na parede.
Agora, a Sra. Heard criou uma nova, mas igualmente falsa história, que cortei meu dedo quebrando um telefone de plástico em pedacinhos. enquanto violentamente a espancava em uma "provação de três dias". Nenhuma dessas histórias é verdadeira. Eu não bati na Sra. Heard na Austrália a qualquer momento; nem cortei o meu próprio dedo e despedacei os ossos.
A verdade é que a Sra. Heard jogou uma garrafa de vodka de vidro em mim, e a garrafa quebrou na bancada de mármore onde minha mão estava descansando. O impacto e o vidro quebrado quebraram o osso e cortou o final do meu dedo. Para encobrir a Sra. Heard, eu disse ao pronto-socorro médico que aconteceu em "um acidente". O médico já sabia, e me disse: "esta é uma ferida
de velocidade.”

—————-


Como resultado dos anos de abuso doméstico que eu havia sofrido nas mãos da Sra. Heard- mais recentemente, o ataque físico e a defecação de 21 de abril na minha cama, algum tempo antes de suas amigas e ela partirem para Coachella - resolvi me divorciar da Sra. Heard.

Fui pegar minhas coisas em 21 de maio de 2016, e também resolvi dizer a ela que eu estava me divorciando dela. Cheguei à cobertura no início da noite, e trouxe meus dois seguranças Jerry Judge e Sean Bett como uma medida de precaução, pedindo-lhes para esperar do lado de fora da cobertura 3. Parecia que a Sra. Heard estava sozinha na cobertura, embora de acordo com entrevistas com testemunhas, ela não estava.

Sua amiga Raquel Pennington estava escondida em algum lugar da cobertura, muito embora a sra.
Pennington mais tarde falsamente testemunhou que ela foi chamada pela Sra. Heard por mensagem de texto para Penthouse 3 às 20:06, uma de suas muitas mentiras inventadas.
Depois que eu entrei e subi para recolher meus pertences, a Sra. Heard e eu ligamos para o nosso então gerente imobiliario, Kevin Murphy, e eu perguntei Sr. Murphy para repetir para a Sra. Heard o que ele me disse sobre sua admissão de que a defecação na minha cama era "apenas uma brincadeira inofensiva".
Ao ouvir Murphy contar sua admissão, ela ficou furiosa e começou a gritar e xingar o Sr. Murphy, levando Murphy em última análise a desligar o telefone. Antes de ele desligar, eu disse a Sra. Heard que pretendia me divorciar dela. Ela insistiu em ligar para a amiga dela, iO Tillett Wright, que estava morando sem pagar aluguel na minha casa por anos, para tentar explicar as fezes que ela deixou na minha cama.

A Sra. Heard colocou iO Tillett Wright no viva-voz. Eu não tinha interesse em falar com o Sr. Tillett Wright. No entanto, tanto Io Tillett Wright quanto a Sra. Heard tiveram a chance de me atormentar, zombar de mim e negar o incidente de defecação (do qual houve vários testemunhas oculares juramentadas e fotografias) como uma invenção da minha imaginação. Ouvindo o suficiente, eu peguei o telefone da Sra. Heard.

Eu disse ao telefone para iO Tillett Wright: "Eu não me importo, acabou." Joguei o telefone no sofá e ele pousou a cerca de um metro de distância de onde a Sra. Heard estava sentada. E, de fato, até mesmo a Sra. Heard admitiu que isso ocorreu exatamente desta maneira, testificando “ele, você
sabe, como jogou [o telefone] em - em --- jogou em minha direção ou algo sobre a mesa ou no sofá.

”Depois de jogar o telefone no sofá, eu me virei e caminhei para a outra extremidade da sala de plano aberto, para a ilha na cozinha, a cerca de 20 metros de distância da Sra.Heard. A Sra. Heard imediatamente começou a gritar que eu havia jogado o telefone nela e que bateu na cara dela, e gritando "Johnny pare de me bater".
Eu me virei para olhar para Amber tentando entender o que estava acontecendo. De repente, a Sra. Pennington surge do nada e corre em direção a Sra. Heard atrás de mim e grita: "não faça isso, pare com isso, deixe-a em paz".
Ela veio da direção da porta da frente, e não passou por meus guardas de segurança lá fora, ela só poderia estar se escondendo no armário, esperando pelo sinal. O ex-marido de Pennington que estava presente na cobertura 5 me avisou que Pennington mentiu sobre ser chamada pela sra Heard às 8:06 por texto, porque a Sra. Pennington estava de fato se escondendo na minha cobertura 3 o tempo todo.

Eu fiquei chocado e imediatamente neguei esta alegação absurda porque eu não tinha jogado o telefone nela, nem bati nela, nem a toquei, nem estava fisicamente em qualquer lugar perto dela. Ms. Heard não sabia que meus dois guardas de segurança estavam postados imediatamente do lado de fora da porta do
cobertura. Pedi que me acompanhassem caso ela se tornasse violenta. Os dois guardas surpreenderam a sra.Heard com a entrada deles, e de fato ela pareceu chocada. Eles testemunharam ela dizendo “nao me bata, johnny”, enquanto eu estava a 6 metros dela. Ela então mudou seus gritos e falando
para "é melhor você não me bater de novo.”


Embora tanto a Sra. Heard quanto iO Tillett Wright tenham testemunhado, sob pena de perjúrio, que a Sra. Heard gritou "chame 911" e iO Tillett Wright alegou que ele ligou para o 911 instantaneamente "para salvar a vida de Amber", e embora a Sra. Heard testemunhasse sob juramento que a polícia chegou apenas "alguns minutos depois" depois que eu fui visto no vídeo de vigilância deixando o edifício às 20:29, registros do LAPD mostram que o 911 não foi chamado até as 10h07, 1 hora e 38 minutos depois que parti do Edifício Eastern Columbia.
Amber Heard e seu amigo iO Tillett deram o testemunho do telefonema de Wright ao 911, como o resto de seu testemunho e embuste, era simplesmente uma mentira.
Para promover a fraude, iO Tillett Wright até escreveu e publicou uma peça na Refinery 29 intitulada “Por que eu chamei o 911.”
O Sr. Tillett Wright afirmou em seu artigo que “quando eu [estava] ao telefone "com a Sra. Heard ouvindo o que ele alegou ser os sons de violência, ele decidiu ligar para o 911 e “chamei a polícia para a situação… em uma fração de segundo”.
Mas os registros do LAPD mostram isso tudo é uma mentira para apoiar a mentira maior. Depois de ser confrontado pelo público no Twitter em relação às inconsistências grosseiras de seu testemunho e da Sra. Heard quando se opuseram ao departamento de LA polícia de LA 911 registros de chamadas, iO Tillett Wright decidiu mudar sua história novamente e inventou uma história inteiramente nova, postando absurdamente em 16 de maio de 2019 “Eu estava em Nova York quando chamei o 911, que me levou ao NYPD. Eles disseram que teriam passado para o LAPD mas eu me preocupei que não seria rápido o suficiente, então pedi a um amigo em Los Angeles para ligar de forma anônima ".

Além de seu perjúrio, explicando, recém-inventado o chamado ao 911 , refutada pelo próprio registro do Departamento de Polícia de que o interlocutor do 911 era "Jo Wright" (não como ele era agora bizarramente alegando, algum novo amigo misterioso) e o próprio testemunho da Sra. Heard reivindicando o mesmo, o Sr. Tillett Wright também twittou que o inexplicável intervalo de tempo poderia de algum modo vagamente culpa do Departamento de Polícia de Nova York.

Como a Sra. Heard gritou primeiro que eu tinha batido nela e então é melhor eu não bater nela novamente, eu gritei de volta que ela [Ms. Herad ] Você está louca, e que eu não a toquei, como eu não havia tocado.
Meus dois guardas de segurança foram testemunhas oculares deste incidente, e testemunharam sob juramento .
Um trecho de um depoimento dado pela Sra Pennington está anexado como Anexo E, no qual ela admite que, no momento do incidente, eu imediatamente neguei ter batido na Sra. Heard.
A Sra.Pennington também admite em seu depoimento que ela nunca me viu bater na Sra. Heard . É certo que a Sra. Pennington nunca testemunhou o quemnão aconteceu, mas seu testemunho de que ela não estava presente durante a maior parte da farsa do abuso da sra Heard é uma mentira, e ambas as outras testemunhas testemunharam que ela estava presente e em pé com Sra. Heard no sofá, logo que a Sra. Heard começou a agir de forma abusiva.

A senhora Heard afirmou no Depoimento que a partir do momento que eu parti até os "poucos minutos depois" quando a polícia chegou, ela ligou e estava ao telefone com seu advogado. Este período foi comprovadamente não um "poucos minutos", mas em fato quase 2 horas, de acordo com a filmagem de vigilância da minha partida e registros da polícia anexado como exposições F e G. E uma testemunha que estava presente na sala depois que eu saí descreveu um cena onde, guiados pelo advogado de divórcio da Sra. Heard ao telefone, os co-conspiradores conseguiram endireitar a farsa e foram instruídos para cada um "anotar" antes de chamar o 911 algum tempo depois.

21. Atordoado pelas alegações de abuso falsas, saí da cobertura 3 e desci para a
Cobertura 5. Na cobertura 5, fiquei chocado ao ver algum tipo de operação de manuseio de artesanato desarrumado na sala, junto com o então namorado de Raquel Pennington Josh Drew, um cachorro e uma mulher que eu não conhecia.
Imagem

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Qui Mai 23, 2019 1:32 pm

Continuando...
Itens 29 e 30 do depoimento :

0. Na segunda-feira, 23 de maio de 2016, a Sra. Heard pediu o divórcio de mim sem fazer quaisquer alegações de violência doméstica.
30. Em 25 de maio de 2016, a Sra. Heard me enviou uma mensagem de texto dizendo:
“Você e eu temos o controle. E nos amamos. Eu pensei que você tinha pedido o divorcio . Você disse que ia e disse tchau. Sinto muito se eu te machuquei. Eu não tenho nada além de amor por você. ”No texto, Ms.Heard também admitiu que : “[confirmei] que a carta de apresentação [enviada ao seu advogado] é completamente privada e não tem nada a ver com qualquer registro público. (E só inclui a ordem de restrição por violência doméstica porque chamei o advogado quando os policiais estavam aqui e eu não sabia o que ou por que - não sabia o que fazer ou por que isso aconteceu e fiquei com medo).”
A mensagem de texto está anexado aqui como Exposição K.
Ms. Heard externou este sentimento para seu ex-amigo e vizinho, Isaac Baruch, que testemunhou que a Sra. Heard disse a ele quando ele a confrontou com sua fraude de abuso logo depois que ela veio a público em 27 de maio: "os advogados estão fazendo tudo isso."

——————————
Item 31:

0. Quando eu não aceitei à sua demanda por dinheiro, a Sra. Heard me acusou publicamente de violência doméstica, buscando e recebendo uma ordem de restrição temporária contra mim quando apareceu no Tribunal Superior de Los Angeles na sexta-feira, 27 de maio de 2016, com um primeiro visto de uma contusão proeminente e corte em seu rosto que ela alegou resultado de ser atingido no rosto por um telefone celular que eu havia jogado e mais golpes faciais de "algum acessorio meu “ na noite de 21 de maio de 2016.

———-

Nos itens 32 e 33 ele apenas alega o que ja sabemos. Que os ferimentos eram uma farsa e que varias testemunhas disseram nao ter visto nada nos rosto dela. E que as cameras de vigilancia filmaram ela e irmã e a Pedington saindo do elevador e a irmã finge dar um soco na AH e todas riem .

———-

Item 37 :
37 . Consistente com seu padrão, a Sra. Heard mudou a história para outra falsa na qual eu a agredi e que seu abriu o lábio, quase quebrou o nariz, enegreceu os olhos e bati nela tão selvagem e repetidamente que a cama quebrou.
Infelizmente para a Sra. Heard, em 15 de dezembro farsa também foi obliterada por duas testemunhas que se apresentaram - seu próprio estilista Samantha McMillen e nosso ex-gerente de propriedade Kevin Murphy - para fornecer sob juramento as declarações de suas interações face a face com uma Sra. Heard visivelmente não ferida no dia seguinte,
16 de dezembro de 2015. A Sra. McMillen testemunhou que, ao mesmo tempo em que maquiava uma Sra. Heard sem maquiagem, o dia de 16 de dezembro de 2015 para prepará-la para uma aparição naquela noite no "James Corden" show, a Sra. Heard não tinha nenhum ferimento em seu rosto.

O show de "James Corden” de 16 de dezembro de 2015 pode ser visto no Youtube, e evidencia uma visivelmente não ferida Ms. Heard que não tem nenhuma das marcas que existiriam se o testemunho da Sra. Heard fosse verdade. De acordo com o depoimento de McMillen, depois do show que a Sra. Heard disse à Sra. McMillen, "você pode acreditar que eu fiz isto com dois olhos roxos ? ”
Ms. McMillen testemunhou que a Sra. Heard não tinha dois olhos roxos , antes do show, durante ou imediatamente depois. Novamente, amigo assistente da farsa, iO Tillett Wright, entrou para apoiar a mentira, escrevendo em sua obra Refinery 29 que ele estava com a Sra. Heard no dia seguinte e testemunhou seus ferimentos. Mas iO Tillett Wright não estava em LA em 15 de dezembro de acordo com testemunhas, porque ele estava em Ohio filmando um show.
Quando confrontado em 16 de maio de 2019 pelo público em mídia social sobre o sua publicação , Refinery 29 a mentira sobre as lesões da Sra. Heard que ele "testemunhou" provando contra a
"geotags" sua rede social mostrando que ele estava em Ohio na época, iO Tillett Wright admitiu em um Twitter postar suas "geotags" que mostraram que ele estava fora de Los Angeles, e confessou que ele era "culpado de ter mudando minhas geotags com certeza.
"No entanto, ele adicionou desconcertantemente ele voou de volta" mais cedo " para atender e testemunhar para a Sra. Heard e ainda escreveu: "Eu posso mudar minhas geotags a qualquer hora e em qualquer lugar e não tem nada a ver com um caso. Eu não seria tão ingênuo a ponto de pensar que um advogado ou policial usaria geotags de Instagram porque assim que um juiz descobrir que você pode mudar eles seriam jogados fora ”.

—————

Item 38:
Em 16 de dezembro de 2015, a Sra. Heard também convocou nosso então Gerente Sr. Murphy para minha cobertura para reclamar do fato de que eu a havia espancado na noite anterior.
Murphy testemunhou que o rosto da Sra. Heard estava totalmente ileso e sem marcas, e pareceu estar livre de maquiagem, eles falaram cara a cara e em boa luz no dia depois que ela alegou o brutal ataque. O Sr. Murphy também testemunhou que a Sra. Heard o chamou de volta para o quarto da cobertura especificamente para mostrar-lhe um pedaço de cabelo loiro no chão, alegando ser cabelo que eu tinha arrancado de sua cabeça. Por causa do comportamento da Sra. Heard e do fato de que ela mostrou ao Sr. Murphy um monte de cabelo no chão, mas não o lugar de onde o cabelo foi arrancado, o Sr. Murphy desconfiou e tirou uma foto de telefone celular datada do tempo e da data do monte de cabelo, e depois
comparou-a com o monte de cabelo que a Sra. Heard submeteu ao tribunal sob juramento. Os aglomerados de cabelo não se assemelham, como o Sr. Murphy testemunhou em sua declaração. Mr. Murphy, como outras testemunhas oculares, também testemunharam a violência muito real que a Sra. Heard cometeu contra mim, que deixou ferimentos reais.
—————-

No item 40 ele alega que AH e seu advogado tentaram subornar o o testemunho da ex -assistente dela Kate James no caso do contrabando dos cachorros na Australia, pedindo q a ex -assitente cooperasse e não fosse a publico. AH pediu ao Murphy para q entrasse em contato com a sra James e a subornasse. Ela o ameaçou de tirar seu emprego caso ele não o fizesse. Tudo isto documentado em emails.
Imagem

LiamK
Mensagens: 32
Registrado em: Qua Jan 23, 2019 4:46 pm

Amber Heard confirma sob juramento ter agredido Johnny Depp

Mensagem por LiamK » Sex Mai 24, 2019 1:38 am

Por favor não façam print nem levem para as redes sociais. Se não fizemos é porque não queremos fazer isso. Esse material fragmentado nas mãos de pessoas maldosas pode dar outras interpretações e também não queremos expor o Johnny tanto. Isso tudo é humilhante)

Confissão feita sobre juramento no qual Amber H. identifica as vozes em um audio utilizado como evidência em que ela assume ter agredido Johnny fisicamente.

Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem Imagem

P) Srta. Heard, eu gostaria que você ouvisse o que estou para tocar. Você faria isso?

(Audio é reproduzido da seguinte forma:
“VOZ MASCULINA: Então eu me levantei. Eu nem sei o que disse -- Eu devo ter dito ‘mas que porra’, sabe, porque eu tinha acabo de ser batido na cabeça com a porra do canto da porta.
“VOZ FEMININA: Eu sinto muito que eu tenha feito isso. Desculpa.”
“VOZ MASCULINA: Então eu me levantei.”)

PELA SRTA. BERK:

P) Você reconhece as vozes nessa fita?
A) Uh-huh.
P) E quem são as pessoas nessa fita?
A) Somos Johnny e eu.
P) Okay. E Johnny está descrevendo um ato onde você bateu uma porta contra a cabeça dele?
SR. HARDER: Objeção. Alarmando, argumentativo, vago.
A TESTEMUNHA: Eu - - Eu estava tentando escapar de um quarto onde Johnny estava me atacando. E para conseguir escapar, eu estava tentando chegar até o outro lado da porta, tentando fechar a porta e ele estava tentando entrar, mesmo com minhas tentativas de tentar fugir de uma agressão.

PELA SRT. BERK:

P) Não é verdade que nessa fita que acabamos de ouvir, você se desculpa com Johnny Depp?
A) Sim.
P) Okay.
(Audio é reproduzido da seguinte forma:
“VOZ MASCULINA: Então você me bateu, porra.
“VOZ FEMININA: Eu me lembro de bater em você em resposta à coisa da porta.”)

PELA SRT. BERK:

P) Você acabou de dizer a Johnny Depp naquela gravação que “Eu me lembro de bater em você em resposta à coisa da porta”?
A) Sim. Como ele estava tentando entrar pela porta, eu estava – dentro do quarto, eu estava tentando escapar dele. Ele empurrou a porta em mim e eu estava tentando bater nele para fugir – tirar ele da porta para ficar no quarto.
P) E você disse naquela gravação que você bateu nele, correto?
A) Eu não – Eu não sei quais palavras eu usei lá. Você pode tocar de novo se quiser, mas eu não me lembro exatamente a quanto tempo.
P) Se você não se importar, você continuará a ouvir.
A) Okay.
(Audio é reproduzido da seguinte forma:
“VOZ FEMININA: Eu sinto muito por ter te batido com a porta.
Foi - - ou batendo na sua cabeça.”)

PELA SRT. BERK:

P) Quando você ainda falava com Johnny Depp, você disse a ele que sentia muito por ter batido em você - - batido nele com a porta?
A) Eu estava - - Eu acho que na gravação eu deixo bem claro que eu sentia muito pela porta ter batido nele enquanto ele tentava entrar no quarto que eu estava escapando ou tentando escapar.
SRT. BERK: Vou marcar, uh, uh, um - - desculpe me. Eu gostaria que vocês ouvissem a próxima gravação. Está marcada como “Soco” e nós precisamos ter um - -
SR. O’DONNELL: Elas estão marcadas como exibida?
SRT BERK: Sim, marcadas como exibida.
SR. ALLHOFF: Nós marcamos T nas que nós tocamos. Correto?
SRT. BERK: Sim.
SR. ALLHOFF: Okay. Próximo.
(Mostra o T marcado)
SRT. BERK: A próxima gravação tocada que mostrarei para vocês é uma pergunta. Escutem por favor.
(Audio é reproduzido da seguinte forma:
“VOZ MASCULINA: Provavelmente é só uma fechadura de merdè.
“VOZ FEMININA: Sim, eu não fiz isso.
“VOZ MASCULINA: Em todo caso, eu abri a porta do banheiro quando você estava batendo nela. Depois de algumas batidas, eu abri, e sabe, você só continuou indo, e indo e indo. Eu tentei fechar a porta três vezes, sabe. Por favor, por favor, só não deixe, sabe, e ai - -
“VOZ FEMININA: Amor - -
“VOZ MASCULINA: Espera. E aí, eu, eu ,eu - - acidentalmente, eu juro, quando eu estava tentando fechar a porta, eu acho que arranhou seus dedos. Eu não queria ter feito isso. Eu me ajoelhei e você ou me empurra ou me chuta - - Eu acho que você chutou e abriu a porta.
“VOZ FEMININA: Eu não percebi que tinha feito isso.
“VOZ MASCULINA: Sim, meio que pegou na porta mais aberta e pegou em mim.
“VOZ FEMININA: Não, eu não queria - -
“VOZ MASCULINA: Espera.
“VOZ FEMININA: Eu não queria ter feito isso.
“VOZ MASCULINA: Espera. E bateu na porra da minha cabeça.
“VOZ FEMININA: Eu não tive intenção.
“VOZ MASCULINA: Eu estava agachado atrás da porta.
“VOZ FEMININA: Eu não fiz nada - - Eu não chutei a porta ou empurrei a porta para bate rem você. Eu não fiz isso. Eu juro. Quer dizer, não foi minha intenção. Acho que me lembro quando a porta arranhou meus dedos.”)

PELA SRT. BERK:

P) Okay. Em resumo, você disse a ele que bateu a porta nele mas não teve a intenção de acerta-lo, correto?
SR. HARDER: A gravação diz por si mesma.
PELA SRT BERK:
P) Você disse isso?
A) Eu - - Eu disse o que quer que tenha dito naquela gravação.
P) Okay.
A) Eu não - - Quando você tocou a gravação para mim, é difícil me lembrar de cada palavra exata.
P) E essa é uma gravação marcada como Exibida - - O Soco?
SR. ALLHOFF: P) O que você acabou de tocar?
SRT. BERK: T. T.
P) Você continuaria a ouvir a uma Exibida T?
A) Uh-huh. Essas são do mesmo dia?
(Audio reproduzido da seguinte forma:
“VOZ FEMININA: Eu - - Eu reagi, mas a coisa toda - - a coisa da porta, eu nunca - - eu nunca fiz isso. Isso não foi de propósito. Talvez eu tenha feito de acidente.
“VOZ MASCULINA: Okay. Vamos dizer que foi um acidente. Então eu levantei e nem sei o que disse. Talvez eu tenha ditto “mas que porra,” sabe, porque eu acabei de levar uma pancada na cabeça com a porra do canto da porta.
“VOZ FEMININA: Eu sinto tanto por ter feito isso. Me desculpe.
“VOZ MASCULINA: Aí eu levanto e você me bateu, porra.
“VOZ FEMININA: Eu - - Eu lembro de ter batido em você em resposta ao negócio da porta.”)
A TESTEMUNHA: Exatamente o que eu acabei de falar para ela.
(Continuação do audio da seguinte forma:
“VOZ FEMININA: Eu sinto muito ter batido em você com a porta - - ou batido na sua cabeça. Eu não queria - -
“ VOZ MASCULINA: Você não queria ter me batido na cabeça com a porta, mas você queria - -
“VOZ FEMININA: Eu não - -
“ VOZ MASCULINA: - - me bater no maxilar.
“VOZ FEMININA: Eu queria te bater e eu - - Eu não queria ter feito esse negocio da porta. Mas eu me lembro que queria te bater.
“VOZ MASCULINA: Mas isso você não queria?
“VOZ FEMININA: A porta? Não. Meu Deus, não. Eu - - Eu - -
“VOZ MASCULINA: Mas me bater no maxilar você queria?
“VOZ FEMININA: Eu - - okay. Eu sinto muito.”)

PELA SRT. BERK:

P) Então, na gravação você diz a Johnny Depp que você queria sim bater nele?
SR. HARDER: Objeção. Isso é argumentative e equivoca o que a gravação era.
A TESTEMUNHA: E isso também deturpa o que - - o que realmente aconteceu, que é ele tentando entrar dentro do quarto que eu estou tentando manter ele for a, e então ele passa a porta arranhando meus dedos tentando entrar no quarto. Eu tentei tirar ele de lá. O que é que o soco se refere. E Johnny sempre que ele era atingido ou tocado de qualquer forma, ele se referia a isso dessas formas de ser agredido ou batido. E se você discutisse isso com ele ou não, a ultima coisa que você faz - - em tentar conversar com ele depois e tentar se reconciliar era para tentar entender quais as definições dessas palavras para ele.
SR. HARDER: Apenas diga o que aconteceu.
A TESTEMUNHA: Então eu nunca - - nunca perguntei. Se ele era empurrado, ele era batida. Tipo, ele era muito dramático em relação a tudo isso.

PELA SRT, BERK:

P) Não é verdade, Srta. Heard, que em Dezembro de 2015, você esmurrou Johnny Depp com um punho fechado?
A TESTEMUNHA: Eu bati - - Eu bati Johnny uma vez em que ele - - desculpa, eu vou esperar.
SR. HARDER: Não. Responda a pergunta. Por favor, pare de sussurrar porque nos distrai aqui.
SRT. GARVIS WRIGHT: É o seu tempo.
A TESTEMUNHA: Não. Eu estava me referindo - -
SR. HARDER. Não, Esses dois.

Tradução TeamDL

Avatar do usuário
salete
Admin
Admin
Mensagens: 11870
Registrado em: Sex Set 12, 2008 6:53 pm
Localização: Florianópolis SC

Re: Johnny Depp registra processo de difamação de US$ 50 M contra Amber Heard

Mensagem por salete » Sex Mai 31, 2019 11:06 am

Foi marcado para dia 27 de junho 2019 a reunião onde será decidido se o processo que Johnny move contra Amber Heard por difamação, ira a julgamento ou não.

Johnny registrou o processo dia 01 de março deste ano, depois disso houve varias moções, audiências, registro de depoimentos de ambos os lados, e ela tentando derrubar o processo, e escapar do julgamento.
Johnny fez o registro na corte da Virginia e ela também está solicitando que seja transferido para a California.
Não sabemos os motivos pelo qual Johnny fez o registro na Virginia, mas deve ser porque os Estados tem leis diferentes, e as da Virgina talvez tenham punições mais proximas do que ele almeja. E ela quer escapar disso.

Nesta sequencia segue os links para todos os documentos deste processo, as adições, etc, em ordem cronológica. (Thanks @Natalia79894069 Twitter)

DOCUMENTOS JUDICIAIS RELATIVOS AO $50000000 DÓLAR DIFAMAÇÃO AÇÃO JOHNNY DEPP ARQUIVADO MARÇO 1, 2019 CONTRA AMBER HEARD: https://www.courthousenews.com/wp-conte ... pHeard.pdf
----------------------------------------------------------------
11 de abril Amber Heard arquivos movimento para demitir, movimento de mudança de local, declarações e exposições: https://assets.documentcloud.org/docume ... ismiss.pdf
------------------------------------------------------------
May 20th Johnny Depp Files an Opposition to Defendants's Motion to Dismiss: https://www.fairfaxcounty.gov/circuit/s ... 1_2019.pdf

Kevin Murphy Full Declaration: https://drive.wps.com/docs/2qQADHuul

Samantha McMillen Full Declaration: https://drive.wps.com/docs/2qRg3vnXT

_____________________________________

Aviso de agendamento de conferência para 27 de junho 2019:

https://www.fairfaxcounty.gov/circuit/s ... 4_2019.pdf

Imagem

___________________________________________________

Documentos adicionais a partir de 30 de maio 2019 (em relação ao Conselho)-graças a @fee2fee2fee para os documentos. O primeiro é de Amber Heard e os seguintes 5 documentos são de Johnny Depp

Imagem Imagem Imagem Imagem
Imagem

Responder