FANTASTIC BEATS: Explicações sobre o personagem de Johnny Depp

FANTASTIC BEATS: Explicações sobre o personagem de Johnny Depp
por: Marc Snetiker FONTE/SOURCE
ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS

675986795

Em voz alta, Johnny Depp está em Fantastic Beasts and Where to Find Them. O filme já está nos cinemas e os fãs que foram assisti-lo já sabem que Animagus (indicado ao Oscar), realmente será uma nova franquia. Como a internet não pode ter surpresas agradáveis, no início deste mês saíram notícias que Depp apareceria em Fantastic Beasts. Se você não soubesse disso antes ter ido assistir o filme, teria tido uma revelação que tiraria completamente suas palavras ( eu sei, pois não sabia e eu fiquei assim). Mas agora, a discussão pode começar: quem ele está interpretando? o que significa para os próximos 4 filmes?

Voldemort vou deixar você terminar, mas Gellert Grindelwald é o maior dark feiticeiro de todos os tempos. E agora ele está sendo interpretado por Johnny Depp, que já foi 3 vezes indicado ao Oscar e 13 vezes vencedor do prêmio People’s Choice. Depp será agora e para sempre Grindelwald, um prolífico mago com 43 anos. Embora tenha sido quase invisível na saga de Harry Potter que precede Voldemort como a maior ameaça para o wizardkind. Se o maior inimigo pessoal de Harry é Tom Riddle, o de Dumbledore é Grindelwald. Eles têm a mesma idade, mesmo nível de poder e seu duelo final em 1945 tornou-se um dos mais lendários enfrentamentos na história dos bruxos. (Eles também podem ter sido amantes, mas isso é um pensamento para outro dia.)

A coisa importante que precisa saber sobre Grindelwald, ao contrário de Voldemort, é esta: nenhum mago ameaçou … (Continue lendo aqui!)

Campanhas  ·  Caridade  ·  Eventos  ·  Johnny Depp  ·  Notícias  ·  Traduções

Discurso de Johnny no Arkansas contra a pena de morte

Transcrição do discurso de Johnny no Arkansas, em 14 de Abril de 2017, quando participou de protesto contra a pena de morte.

Tenho o prazer e a honra de conhecer Damien e Lorri por muitos anos, o segui por todo o caminho até aqui e penso que irei segui-lo para qualquer lugar. Estou muito orgulhoso de estar aqui e orgulhoso por continuar em absoluta solidariedade e apoio absoluto ao meu querido irmão, como todos vocês já sabem, foi sacrificado aqui por uma insuportável vitória. Vocês deveriam patentear isso.
Por nada (agradecendo a platéia).

Ele foi trancado dentro desse pequeno espaço onde ele teve que viver sua vida, por causa da sentença de morte de alguém. Foi um crime que ele não, eles não eram… eles são absolutamente inocentes e eles estão fora, isso é importante.
Aqui, nessa engraçada cidade da América, sinto que se estamos esperando para viver nossas vidas pelas letras, quero dizer, se estamos esperando para viver a vida pelas letras das leis democráticas, viver sobre as leis a esse grau. Eu penso que se você acredita na pena de morte ou não, se você é condenado a ser espancado por 30 anos, arrastado por cavalos ou qualquer coisa…

Ouçam, é um direito nosso que eles respeitem a lei. Eu olho para o que eles realmente estão fazendo sobre a quantidade de certas drogas, que não funcionam e pessoas sofrem. Eles apreenderam no final, 59 pílulas. Duas horas e meia, três horas de uma total agonia, queimando por dentro… então, não, isso não é bom. Mas Arkansas, outra vez acredita que estão acima dos limites das letras constitucionais e eles quase colocaram um homem inocente na pena de morte, como nós sabemos, foi uma tragédia… brilhantemente inútil. Ele afasta em qualquer momento de sua vida seu encarceramento que estava pendurado sobre sua cabeça… (brinca com o público).

Eu simplesmente não acredito, não concordo que essa possibilidade pode acontecer outra vez com alguém por causa do ego de algumas pessoas, por ambições políticas, por qualquer motivo desse tipo. Existe coisas erradas para fazer, existe coisas certas para fazer. A coisa certa precisa ser feita, então… saúde. Obrigado por me receber.

Transcrição e tradução Depp Lovers.
Em caso de reprodução, favor respeitar os créditos.

Livro – Piratas do Caribe – Disney Pirates: The Definitive Collection

Piratas do Caribe – Disney Pirates: The Definitive Collection

Dezessete anos antes da atração Piratas do Caribe ter sido inaugurada na Disneyland, a Walt Disney Company criou uma versão de ação ao vivo da história clássica e imponente da Ilha do Tesouro – e o resultado disparou a mania dos piratas dentro da base de fãs da Disney que cresceu continuamente nos Últimos 65 anos.
Em tempo para o lançamento do quinto filme Piratas do Caribe, a Disney está lançando Disney Pirates: The Definitive Collection aprofundando bastidores dos filmes, televisão e a história do parque. É a Antologia Definitiva para o colecionador.
E com prefácio de Johnny Depp!

17951728_1373098736062519_7965894462909957590_n 1484747003 Livro piratas_DL (17)

Mais imagens do Livro com fotos inéditas do filme neste álbum na Galeria Depp Lovers >>> AQUI!
A tradução do Prefácio está Neste Post
Leia o texto do prefácio em inglês:

Disney Pirates: The Definitive Collector’s Anthology

Since early childhood, some point between innocence and ignorance, I recognized, as luck would have it, that I somehow possessed the presence of mind to be incessantly curious and obsessively observant of those around me. Even to the point that for a couple of years – well before my teens, I was convinced that my life’s calling was to be an impersonator. I was utterly blown away by the fact it was possible to change one’s voice and mannerisms in order to elicit an instant transformation of the face, so that, immediately, the person I had been watching, was no longer themselves. They had disappeared and transformed into another being!

Read More

Protesto contra execução (Pena de Morte) em Arkansas

Entenda melhor o caso:
Johnny Depp em Little Rock para protestar contra execuções
Johnny apareceu na tarde desta sexta-feira, dia 14/04/17 em Little Rock, capital do Arkansas, ao lado de Damien Echols, participando de uma manifestação do Arkansas Coalition to Abolish The Death Penalty (Coligação do Arkansas para Abolir a Pena de Morte).
Damien Echols passou quase 18 anos no corredor da morte no Arkansas, antes que fosse liberado em 2011 após intensa campanha com a participação de várias celebridades, inclusive Johnny, no famoso caso “West Memphis Three”.
Os esforços da Coligação tentam evitar a morte de sete condenados com execução programada para a próxima semana, e para tanto eles se reuniram nos degraus em frente ao Capitólio de Arkansas.
Os advogados dos sete presos de Arkansas que enfrentam a injeção letal até o final do mês estão pedindo ao Supremo Tribunal estadual para interromper suas execuções, considerando pedido à Suprema Corte dos EUA para que reveja a lei de uso de injeção letal no Arkansas, diante de uma enxurrada de ações a partir de discussão sobre o uso da droga utilizada, uma vez que a medicação adquirida pelo Arkansas não foi concebida para esse fim, e as empresas que venderam a droga, inclusive seu fabricante, a Pfizer, estão pedindo aos juízes para proibirem o Arkansas de utilizá-las.
O Arkansas não executou nenhum interno desde 2005.

17904065_1290739384297214_5097824924264498605_n

Tradução do prefácio escrito por Johnny – Piratas do Caribe – Disney Pirates: The Definitive Collection

Tradução do Prefácio qu Johnny fez para o livro – Disney Pirates: The Definitive Collection:

“Desde a infância, algum ponto entre inocência e ignorância, eu reconheci, como sorte, que eu de alguma forma tinha a presença da mente para ser incessantemente curioso e obsessivamente observador daqueles que me rodeiam. Até mesmo ao ponto de que por um par de anos – bem antes da minha adolescência, eu estava convencido de que o chamado da minha vida era ser um imitador. Eu estava completamente deslumbrado com o fato de ser possível mudar a voz e os maneirismos, a fim de provocar uma transformação instantânea do rosto, de modo que, imediatamente, a pessoa que eu estava assistindo não era mais ela mesma. Eles tinham desaparecido e se transformado em outro ser!

Eu era fascinado pelo comportamento humano, especialmente quando os sujeitos não sabiam que estavam sendo observados. Aquelas oportunidades indescritíveis onde se podem testemunhar momentos de comportamento simples e verdadeiro – pura honestidade – onde o sujeito simplesmente existe, desconhecendo qualquer coisa dentro de sua vizinhança – flutuando de pensamento, para pensamento, para pensamento. Em seguida, tornou-se meu dever juramentado alarmar, enervar, de sobressalto, chocar, aterrorizar e dar pânico nesses sujeitos infelizes que em grande parte acabaram por ser a minha família – os pobres sods (pobre coitados) E tudo isto só para satisfazer a minha necessidade, a minha fixação, pela pureza de perturbar os seus devaneios privados, de modo a experimentar a veracidade genuína desse reflexo inevitável e involuntário do recuo do horror e do medo. Porque você pergunta? Porque me fez rir. Gostaria de uivar durante horas, até dias, revivendo essas instâncias. Mas, eu precisava de mais. Em minha alegria juvenil, eu me tornei viciado nessas respostas totalmente espontâneas, no momento.

Read More

O Dublador Marco Antônio, Não Fará A Dublagem Do Novo Filme

O dublador Marco Antônio, que sempre fez a voz do Capitão Jack Sparrow no Brasil, não fará a dublagem do novo filme. Veja a explicação dele abaixo:

Meus amigos e fãs de dublagem, eu venho comunicar que, infelizmente, não dublei o próximo filme da franquia “Piratas do Caribe”.
O motivo? Simples. Eu explico.
A Disney muitas vezes paga de 20 a 30 vezes mais para atores “Globais” ou mais conhecidos como “Star Talents” para alguns personagens em seus filmes. Quando foram dublar “Procurando Dory”, chegaram a pagar 40 vezes mais do que um dublador recebe para dois “Youtubers”, pois segundo a Disney isso promove o filme e atrai mais público.
Bom, sendo assim, quando fui chamado para dublar novamente o Jack Sparrow avisei que só o faria por um cachê diferenciado. Não pedi nada demais. Apenas entre 6 e 7 vezes o valor normal.
A Disney sequer me respondeu. Parece que para a Disney não há o menor interesse em me colocar para dublar o Jack Sparrow.
Eu lamento, mas esta foi uma decisão deles em função de uma “exigência” da minha parte, que julguei ser simples e de fácil resolução.
Eles mostram que não estão nem um pouco preocupados com a manutenção de vozes na dublagem. O melhor exemplo disso aconteceu no filme “Tomorrowland” (da Disney) que tinha George Clooney como protagonista e que foi dublado em São Paulo após eu ter feito um dos trailers na Delart. Na época não me chamaram mesmo sabendo que eu costumo dublar este ator.
Mais um motivo que me incentivou a buscar um pagamento diferenciado deles.
Fazer o que???

Marco Antonio Costa/FB

Artigos  ·  Jonathan Shaw  ·  Livros  ·  Resenhas

Scab Vendor – novo livro de Jonathan Shaw

Estamos acompanhando a algum tempo o processo de edição deste livro do Jonathan. Agora ele foi lançado, e ele já esteve em vários países fazendo seu lançamento, e a divulgação nas redes sociais tem sido bastante intensa. Mas agora finalmente temos uma matéria em português! Aqui está para que vocês possam conhecer um pouco deste livro incrível.
Mas e o que isso tem a ver com Johnny Depp? Para quem não sabe eles são amigos desde jovem e este livro conta a trajetoria de Jonathan, e Johnny estará presente em várias situações.

Jonathan Shaw – Scab Vendor
Por Alexandre Kovacs

Jonathan Shaw – Scab Vendor: Confessions of a Tattoo Artist – 488 Páginas – Turner Publishing Company – Lançamento: 21/03/2017 (inédito no Brasil).

scabvendor O multitalentoso artista e escritor Jonathan Shaw é um ícone da cultura underground norte-americana, filho do lendário clarinetista e bandleader Artie Shaw e da estrela de cinema Doris Dowling, ficou mundialmente famoso por ter sido o fundador e proprietário do Fun City Tattoo Studio em Nova York e editor da pioneira revista International Tattoo Art Magazine, tornando-se amigo de artistas e músicos famosos como: Johnny Depp, Dee Dee Ramone, Johnny Winter, Iggy Pop e Max Cavalera, para citar somente alguns. Uma prova de sua influência no meio artístico é o privilégio de ter uma ilustração de Robert Crump na capa de seu livro. No entanto, apesar de ter alcançado tamanho reconhecimento e popularidade na carreira de tatuador, abandonou tudo para se dedicar à atividade de escritor em tempo integral e acumular experiência em viagens com sua motocicleta pela América do Sul, tendo inclusive morado no Rio de Janeiro.

A vida de Jonathan Shaw é portanto rica em experiências e também uma prova de sobrevivência ao seu passado de “sexo drogas e Rock’n Roll”, certamente um mundo que nem sempre tem o glamour dos filmes e revistas, principalmente quando se é cobrado o preço pelos excessos com o álcool e drogas pesadas como a heroína. Por sinal, o drama do autor como viciado, herança de uma “maldição familiar” que iniciou com o alcoolismo do avô materno e da própria mãe, é uma parte marcante deste romance biográfico. A infância em Los Angeles, sempre negligenciado pela mãe, envolvida na maior parte do tempo com problemas com a bebida e relacionamentos difíceis, não poderia levar a outro resultado diferente do que uma adolescência rebelde, em plena época do florescimento da contracultura, drogas e amor livre. Uma década única em termos de expressão artística, em que se ouvia Jimi Hendrix e Jim Morrison no rádio e havia esperança de uma sociedade alternativa, mas que terminou de forma trágica com a prisão de Charles Manson, acusado de seis assassinatos, inclusive da atriz Sharon Tate grávida, na mesma California que presenciou o nascimento do movimento “Flower Power”.
Read More