Nota sobre a doação de aparelhos auditivos

Essa politicagem inescrupulosa está fazendo sensacionalismo em cima do caso dos aparelhos auditivos. Por favor não compartilhem quando encontrarem notas denegrindo a imagem de Johnny e colocando palavras em sua boca que ele não disse.

Conforme ja esclarecemos antes, a banda Hollywood Vampires, doa TUDO que arrecada no álbum e nos shows para ONGS.
A empresa que fabrica os aparelhos auditivos alem de vender os aparelhos, tem uma FUNDAÇÃO (Starkey Hearing Foundation)
que promove as doações em todo o mundo. A Banda (não só Johnny) fez a compra dos aparelhos e a fundação providenciou os profissionais e selecionou as 200 pessoas que iriam receber.

c575f78ab51e

Quem fez o sensacionalismo foi a midia, não o Johnny, quem doou foi a BANDA Hollywood Vampires não só o Johnny!
Informem-se antes de compartilhar e comentar as coisas por favor.
Johnny SEMPRE fez caridade e se engajou em causas nobres, só que as pessoas não sabem disso, não lêem, nós NOTICIAMOS ESSAS COISAS HA 12 ANOS. Mas as pessoas geralmente só leem as materias qdo se referem a vida particular, sobre esposa, ou fotos “babantes” .
Isto realmente é muito triste.
Isto tudo é decepcionante, o interesse das pessoas pelas coisas privadas e pelas mentiras.
Gastem seu tempo só um instante e CLIQUE AQUI aqui para conhecer a empresa e a Fundação de aparelhos auditivos para entender o que acontece. E essa historia de zerar fila de SUS foi invenção da midia.
Estamos recebendo dezenas de mensagens de pessoas surdas achando que temos contato com Johnny, na esperança de receber um aparelho. Estamos atendendo a todos com muito carinho, mas nada podemos fazer, a não ser passar o nome do site e quem sabe entram na fila qdo tiver outro doador. Quem sabe um politico rico ou uma empresa tenha a hombridade de fazer o que a banda Hollywood Vampires fez.

Matéria sobre o projeto no blog da Fundação: CLIQUE AQUI. Muitos outros artistas no mundo ja colaboraram. Elton John é um deles.

Video com Elton John:

Sobre a Fundação Starkey Hearing

A Fundação Starkey Hearing usa a audição como um veículo para refletir, cuidar e mudar vidas em todo o mundo. Surdez incapacitante afeta mais de 360 milhões de pessoas, incluindo 32 milhões de crianças em todo o mundo, mas muitos não têm acesso aos aparelhos auditivos que podem ajudá-los. A Starkey Hearing Foudation se comprometeu a disponibilizar mais de um milhão de aparelhos auditivos para pessoas em necessidade nesta década e atualmente fornece mais de 175 mil aparelhos auditivos anualmente. Além de doar o dom de ouvir através de missões de audição em todo o mundo, a Starkey Hearing Foundation promove a consciência da saúde e da educação através da campanha “Ouça com atenção” e fornece aparelhos auditivos para americanos de baixa renda através do programa “ouvir agora”. Iniciado como esforço filantrópico de Tecnologias da Starkey, a Starkey Hearing foi fundada por William F. Austin em 1984.

Artigos  ·  Black Mass  ·  Filmes  ·  Johnny Depp

Artigo português sobre Black Mass (Aliança do Crime)

Noticias ao Minuto – Lisboa
POR Anabela de Sousa Dantas

Em ‘Black Mass’, Johnny Depp é mau mas mau. E é mesmo muito bom

“Queres bater-me? Vamos, dá-me, mas é bom que seja o teu melhor murro. Porque se me levanto, como-te vivo”.

Eis James ‘Whitey’ Bulger, uma lenda do mundo do crime, de acordo com Johnny Depp. ‘Black Mass – Jogo Sujo’ estreia a 8 de outubro nos cinemas portugueses.

A premissa já deixa água na boca. ‘Black Mass – Jogo Sujo’ é um livro que nasce do trabalho de investigação dois jornalistas – Dick Lehr e Gerard O ‘Neill –, inicialmente publicado em 2000, e que foi bestseller do The New York Times e do Boston Globe durante 48 semanas consecutivas.

À moda de ‘A Sangue Frio’, de Truman Capote, a obra retrata acontecimentos reais, mais concretamente a história de James ‘Whitey’ Bulger, interpretado por Johnny Depp, que, entre os anos 70 e 80, foi líder da máfia irlandesa em Boston.

Scott Cooper (‘Out Of The Furnace’, 2013) ficou com a pasta da realização e cola numa tela sombria, no sul de Boston, a forma como Bulger passa de um criminoso de segunda categoria a pivot de uma organização criminosa – o gangue de Winter Hill.

Read More

Entrevista do DeppLovers para o site UOL no Rock In Rio

Marcamos nossa presença no Rock In Rio, e quando menos esperávamos fomos abordadas por uma equipe de reportagem da UOL, que nos solicitou uma entrevista. Agradecemos pela matéria, ficou muito bacana e a reporter, foi fiel ao que falamos. Obrigada Giselle de Almeida do UOL, Rio. Você foi muito gentil.
O título ficou meio sensacionalista, mas faz parte hahahah! Afinal, a maioria das pessoas que veio de outros Estados para prestigiar todos os artistas, não só Johnny Depp, tiveram uma despesa semelhante.

No mar de camisas pretas na entrada da Cidade do Rock na manhã desta quinta (24) –a maioria em homenagem ao System of a Down– um grupo vestido de branco se destacava. Os dizeres na roupa, mais ainda: Hollywood Vampires, nome de uma banda ainda desconhecida por boa parte do público do Rock in Rio.

Mas o grupo não só sabe o repertório como acompanhou a trajetória do grupo desde o comecinho: admiradoras de Johnny Depp e administradoras do fã-clube Depp Lovers, elas vieram de diferentes partes do Brasil e gastaram uma grana para ver o ídolo de perto.

“Eu, que vim do Sul, devo ter gastado mais de R$ 2 mil com ingresso, passagem e hospedagem. Estou pagando desde abril. Mas a gente tinha que vir prestigiar. Acompanhamos a banda desde a primeira fumacinha, há dois anos. Compramos ingresso antes mesmo de saber se ele viria com a banda, porque os filmes dele são prioridade”, conta a professora e artesã Salete Andrade, 57.

O grupo que veio ao festival tem ainda integrantes de Ribeirão Preto, Osasco, Taubaté, Ribeirão Pires e do Rio, com idades que variam entre 22 e 65 anos. Todas já se conheciam de outros eventos sobre o ídolo, alguns até internacionais.

A médica Rosa Silva, 65, e a professora Adriana Abbud, 48, revelaram que programam algumas viagens de férias para estar no mesmo lugar que o ator. Aí o investimento é ainda maior: cerca de U$ 4 mil por vez.

“Já fui à première de ‘Sombras da Noite’ em Los Angeles e ‘O Turista’ em Nova York. Ele é super atencioso, uma pessoa muito educada. Responde todo mundo, mesmo se tiver 40 mil pessoas no local, ele não se abala. Os seguranças é que ficam controlando o tempo, se deixar ele fica”, conta Adriana, que também já viu um show de Depp com amigos no clube The Mint, em LA.

No entanto, o grupo faz questão de frisar que não seguem o ídolo em portas de hotéis, aeroportos e afins. “Não publicamos fofocas nem nada da vida pessoal dele, só notícias confirmadas sobre o trabalho. O fã-clube tem 12 anos e 32 mil seguidores só no Facebook. Não somos fãs de ocasião”, disse Salete.

noticias.bol.uol.com.br.

Black Mass  ·  Filmes  ·  Johnny Depp  ·  Notícias  ·  Opinião  ·  Traduções

Matéria da PEOPLE com Eric Schneider (ex colaborador de Whitey Bulger)

Um ex integrante da gang de Whitey Bulger avalia Black Mass: “Johnny fez um trabalho espetacular”.

Um ex-colaborador de James “Whitey” Bulger, o notório mafioso de Boston, atualmente cumprindo duas penas de prisão perpétua por conspiração, extorsão, e assassinatos, teve dificuldades para assistir ao novo filme biográfico sobre ele em cartaz.

Eric Schneider, um traficante de drogas e armas que passou os últimos 20 anos ou mais no programa de proteção a testemunhas, só conseguiu assistir ao filme com Johnny Depp até os créditos de encerramento na terceira tentativa. Na primeira vez ele ficou apenas 10 minutos, pois não estava preparado para enfrentar aquilo. Na segunda vez, conseguiu ficar por uma hora e começou a se envolver com o filme. Na terceira tentativa, conseguiu ir até o fim. Ele era cético quanto ao elenco do filme, mas ficou impressionado com o trabalho do ator.

“Ninguém poderia realmente fazer Whitey, mas Johnny Depp fez um trabalho espetacular, e capturou um monte de seus maneirismos”, diz Schneider. “Em particular, Whitey era esse cara que podia ser jovial e rir com você um segundo, e então, como ao apertar um botão, você o perdia. Você podia dizer uma palavra, não sabendo que era errada, e isso era o suficiente para a mudança. Um comentário aparentemente inofensivo poderia ser motivo para se estar fora (ou morto). “Deus não permita que você o chame de Whitey”, diz Schneider. Ele gostava que o chamassem de “Jim” ou “Jimmy “, mas nunca Whitey.

“Johnny fez um maldito bonito e bom trabalho capturando este homem e o que ele era capaz de fazer”, diz Schneider, lembrando como a cor dos olhos do mafioso “mudaria” sempre que ele estava furioso.
“Fisicamente, a aparência de Whitey também mudou”, diz Schneider. “Ele tinha se tornado esse monstro, e Johnny foi capaz de transmitir isso.”

Fonte

Alice Cooper  ·  Apresentações  ·  Artigos  ·  Hollywood Vampires  ·  Joe Perry  ·  Johnny Depp  ·  Música  ·  Notícias  ·  Rock in Rio  ·  Shows

Hollywood Vampires dá aula de clássicos para plateia jovem

Banda de Alice Cooper, Joe Perry e do ator Johnny Depp desfila covers com sofisticação

Matéria da Folha de São Paulo – 25/09/2015
Marco Aurélio Canônico
Do Rio

12011349_886201684788013_8558183197055319145_n

Antes mesmo de seus estrelados integrantes pisarem no palco Mundo, um vídeo já mostrava o que o Hollywood Vampires apresentaria à plateia que lotou o Rock in Rio nesta quinta: uma seleção de clássicos do rock, de artistas como John Lennon, Jimi Hendrix, The Who e Led Zeppelin.

E o grupo não decepcionou. Tendo nos vocais Alice Cooper, nas guitarras Joe Perry (Aerosmith) e o ator Johnny Depp, além de dois ex-Guns n’ Roses –Duff McKagan (baixo) e Matt Sorum (bateria)–, a banda fez um show-tributo afiado e alto, como convinha.

Read More

Alice Cooper  ·  Amber Heard  ·  Caridade  ·  Eventos  ·  Hollywood Vampires  ·  Joe Perry  ·  Johnny Depp  ·  Música  ·  Notícias  ·  Rock in Rio  ·  Vídeos

A emoção de doar a alguém o dom de ouvir

Veja o emocionante vídeo que mostra Johnny Depp, Amber Heard, Alice Cooper e Joe Perry colocando os aparelhos auditivos nas pessoas, e sua alegria e emoção ao vê-las ouvindo pela primeira vez.

Alice Cooper brinca que se fosse ele a ouvir pela primeira vez, iria preferir Antonio Carlos Jobim ou Sérgio Mendes, ao invés dele mesmo, muito barulhento.

Clique na foto para ver o vídeo.

tumblr_nva3j0vWYN1s2kuhmo6_540

Confiram também nosso álbum no Facebook atualizado com as fotos do evento AQUI.