janeiro 19, 2015

Durante a Press Junket em Berlim para o lançamento mundial do filme Mortdecai, chamou a atenção a entrevista que Johnny Depp concedeu ao “The New Zealand Herald”, publicada hoje, 19 de janeiro.

Nela, Johnny fala especificamente sobre música!

Tradução de Luisa Rangel para o DeppLovers.

Atores fazendo música “enjoa” Johnny Depp.

Música, não filmes, será sempre o primeiro amor de Johnny Depp.

Só não espere que o astro hollywoodiano siga os passos de atores que tiram proveito de sua fama para se tornarem artistas musicais.
“Toda essa ideia é repugnante pra mim, sempre me fez mal” Depp contou a jornalistas em Berlim, no domingo, antes da première de seu último filme, Mortdecai.

“Eu tenho muita sorte de tocar nos discos de amigos e ainda está acontecendo. Música ainda é parte da minha vida”.
“Mas você não escutará ‘The Johnny Depp Band’. Isso jamais existirá”.

Depp, um guitarrista talentoso, já gravou com Oasis e Marilyn Manson no passado e se apresentou no palco com Marilyn Manson no Hollywood’s Roxy Theather em novembro.

Scarlett Johansson, Russel Crowe, Robert Downey Jr e a coadjuvante de Depp em Mortdecai, Gwyneth Paltrow estão entre aqueles cujos empenhos musicais ganharam notoriedade através da fama como atores (atrizes).
Depp, no entanto, está satisfeito em ser um músico discreto.

“O modelo de luxo no momento é, qualquer um com uma certa fama, se você tem um tipo de anseio musical, você pode começar uma banda e capitalizar sobre seu trabalho em outras áreas”, disse a estrela de Piratas do Caribe.

“Mas eu odeio a ideia, ‘venha me ver tocar guitarra porque você me viu em 12 filmes’”.
“Não deveria ser assim. Você quer que as pessoas que estão escutando a música estejam interessadas apenas na música”.

Depp passou os últimos dias na capital Alemã promovendo Mortdecai, uma comédia de ação dirigido por David Koepp baseado na trilogia de Kyril Bonfiglioli publicadas nos anos 70.

Também estrelado por Paul Bettany, Jeff Goldblum e Olivia Munn, o filme apresenta Depp como o anti-herói carismático Charlie Mortdecai, um negociante de arte oportunista envolvido numa corrida para recuperar uma pintura roubada.
É ainda um grande e excêntrico papel para Depp e como ele descreveu, “muito divertido”.

“Tivemos muitas risadas (no set) e duravam para sempre”, disse Depp.

Berlim017


Comments are closed.