Amigos  ·  Doug Stanhope  ·  Livros  ·  Prefácios

Tradução do prefácio do livro de Doug Stanhope, por JD

Doug Stanhope é um aclamado comediante americano, e o livro, que conta a história de sua mãe, Bonnie, e sua relação com ela, mostra as origens e evolução de seu humor, muitas vezes carregado de falas obscenas, pornografia, alcoolismo e escracho. A sinopse diz que Bonnie foi a maior fã e incentivadora de Doug, e que estiveram juntos em sua vida caótica e muitas vezes absurda.
Eis o original do prefácio do livro, datilografado por Johnny e em seguida a tradução do mesmo.
(Clique nas imagens para ampliar)

Doug061fa04f02cb

Caro leitor,

Ele é um guru depravado, debochado e acidentalmente um relutante visionário, vestindo roupas velhas que provavelmente pertenciam a babacas falecidos que furtivamente rondavam as noites de sábado.
É um homem do povo que diz o que precisa ser dito, quando, com toda a sinceridade, ninguém mais o faz – e por isto é condenado – não é suave nem por fora, nem por dentro – com ele você recebe o que você recebe e lida com isto – é o nosso salvador, aqui nesta vida, onde a única garantia é você parar de respirar e um imposto de morte pago pelos nossos amados.
Ele é o único homem que se atreve a afundar o frio punhal da verdade no fundo das mentes coletivamente mortas de nossa espécie, para o único benefício de toda a humanidade, e certamente que, desde o tempo de meu querido amigo e mentor Hunter, eu não encontrava um indivíduo assim: uma pessoa com um forte e profundo senso de justiça moral. Isso me deixa doente, então eu tenho que admitir, finalmente, que eu não gosto desse homem, eu o amo, porra!

Ele é Doug Stanhope.

Johnny Depp
Los Angeles, CA.
19 de Fevereiro de 2016.

Tradução: Heleusiane/Depplovers

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrShare on VK

2 thoughts on “Tradução do prefácio do livro de Doug Stanhope, por JD

  1. Raquel Coelho says:

    Johnny, daria um ótimo escritor, digo se ele escrevesse sobre qualquer assunto, tenho certeza que seria muito interessante, ele tem facilidade de interpretar, a real importância dos sentimentos, o significado profundo, sincero e claro das coisas.

  2. Rosa Maria says:

    Muito bom. Johnny escreve muito bem. Eu espero um livro dele ansiosamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

«
»